BOLETIM ATUAL - 135 - JANEIRO / FEVEREIRO / MARÇO 2021

1/1

BOLETIM AAFIB 135 - JANEIRO / FEVEREIRO / MARÇO - 2021

Associação dos Antigos Funcionários Internacionais do Brasil                                                                      

(aafib.net)    Fundada em 1987       Afiliada à  FAFICS

Estamos retomando a publicação regular deste Boletim sob nova Diretoria, eleita em fins do ano passado. Foi uma eleição que aconteceu sob novas perspectivas, movimentou todas as bases da organização e marcou uma fase madura da pandemia, quando o cansaço e exaustão da comunidade das Nações Unidas no país já misturava o sentimento de perdas e a expectativa de chegada de vacinas, o caminho único para superar a dureza do impacto produzido pela expansão do coronavírus.

Mas a grande notícia é que a AAFIB não se acovardou nem naufragou diante do holocausto. Foi seguramente o período mais criativo e restaurador da Associação. Não por conta de apenas os que participaram de atividades programadas e realizadas através da internet, mas pela repercussão que essas atividades tomaram forjando um novo espírito que não tem como não sobreviver ao momento e gerar um perfil de futuro mais robusto e proativo. 

Embora mantenha os mesmos objetivos que a sustentam, a partir de seus fins estatutários, fixados em informação, congregação e diversão, terá uma participação ativa dos associados, repercutindo suas criações e suas reflexões sobre nossa comunidade o mundo. Como sabem, o Boletim fará parte de um conjunto de instrumentos configurados para reforçar a interação institucional. No Website os temas mais permanentes que são apropriados a consultas, no Boletim um conjunto seletivo de informações que precisam chegar limpinhas aos associados e material para seu deleite; e finalmente o AAFIB CONNECTION que seguirá promovendo o encontro virtual, a troca de humor e práticas e as notícias de maior urgência.

Não podemos deixar de comemorar que tenham assumido presidência e vice duas associadas que têm mostrado um apego expressivo à AAFIB e que tenham surgido de forma espontânea sem que fosse intenção promover a ascensão da mulher, embora esse objetivo fosse também de boas virtudes. A Diretoria tem agora dois colegas e duas colegas. Estamos em dia com as políticas corretas. Sem falar de nossa Coringa, a colega sócia honorária Sumaya Garcia, gerente digital, que promete manter sua apreciada colaboração.   

 

Queremos agora falar um pouco de nossa nova presidente, Maria Angélica Gomes e da Diretoria:

 

Maria Angélica Gomes, presidente

Nascida em Lins, SP, 65 anos. Funcionária aposentada da OPAS/OMS desde 2017, tendo trabalhado na Bolívia, Nicarágua, Paraguai, Peru e Brasil. Foi presidente da Associação dos Funcionários da OPAS/OMS. Graduação em Enfermagem, Mestrado em Ciências Políticas (UnB).

Especializada em Saúde Pública, Saúde Internacional e Qualidade de Serviços (Itália).

Atuação em Secretarias Municipal e Estadual de Saúde, Coordenação/direção no Ministério da Saúde do Brasil. Atualmente, ainda atua na Área de saúde do idoso e saúde indígena.

 

Maria Etelvina Reis de Toledo Barros, vice-presidente

Paulista de Jaú, SP. Funcionária aposentada do UNAIDS/Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS desde 2009, tendo atuado no Brasil, Moçambique e Panamá.

Socióloga formada pela USP. Sempre trabalhou na área de Saúde e Prevenção na questão de Drogas e HIV/AIDS. Trabalhou na Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania/SP, USAID/Embaixada Americana, e foi a responsável pela abertura do escritório do UNAIDS no Brasil em 2000. O escritório do UNAIDS até 2003 era baseado junto à agência que presidia o Grupo Temático: na UNESCO em 2000, no UNODC em 2001 e no UNFPA, em 2002-2003.

 

Jacques Schwarzstein, secretário

Carioca, jornalista, casado. Funcionário Aposentado do UNICEF por 20 anos, como coordenador do escritório em Recife, Belém e gestor de programas do UNICEF no RJ.

Comunicador, produtor e radialista, tendo trabalhado no teatro, cinema (Instituto Nacional de Moçambique), na Rádio Suíça Internacional, na Mobilização de Doadores de Sangue, na Cruz Vermelha Suíça e no primeiro programa global controle da Aids.

 

Luiz Mauro Donato, tesoureiro

Funcionário Aposentado do UNICEF por 36 anos, Administrador de empresas, atuação sempre na Área de Finanças no escritório do RJ e Brasília.

ATIVIDADES DA AAFIB PRÉVIAS A 2021

No mês de dezembro foram realizadas a Assembleia Geral Ordinária Anual e a Reunião do Núcleo de Brasília. Ambas parcialmente virtuais.

 

ATA DA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA - AGO - AAFIB 2020

 

Ao nono dia do mês de novembro de 2020, no Auditório da OPAS/OMS, situado no SETOR DE EMBAIXADAS NORTE - Lote 19, Brasília – DF e, virtualmente, através do Microsoft Teams, às 10h, em segunda convocação, com qualquer quórum, nos termos do Estatuto, reuniram-se em Assembleia Geral Ordinária os associados da Associação dos Antigos Funcionários Internacionais do Brasil (AAFIB), para deliberar sobre os itens constantes no Edital de Convocação. O Presidente da Associação, Giovanni Quaglia, abriu a sessão e saudou os presentes. Foram indicados e aprovados para conduzir a Assembleia, como Presidente, Cíntia Freitas, e, como, Relatora, Bernardeth Martins. Em seguida, Cíntia Freitas deu início aos trabalhos com a leitura e aprovação da pauta: 1 - Prestação de Contas da Diretoria Atual; 2 - Eleição da Nova Diretoria da Associação (2020 – 2022); 3 - Outros Assuntos. A partir da agenda aprovada pelos associados, a Presidente da Assembleia deu a palavra ao presidente da Associação, Giovanni Quaglia.

 

Item 1.1 - Prestação de Contas da Diretoria Atual (presidente) - Giovanni Quaglia apresentou a prestação de contas sobre o trabalho realizado nos 4 anos da sua gestão (setembro de 2016 até outubro de 2020), que foi devidamente aprovada pela Assembleia Geral e consta em anexo a essa ata (Anexo 3), contendo um resumo com base nas finalidades da AAFIB, como está  previsto nos Estatutos Sociais, com foco nos resultados atingidos no país, na região, em nível da Federação das Associações (FAFICS) e com o Fundo de Pensão das Nações Unidas. Por último, agradeceu  a todos(as) os(as) colegas da diretoria, colaboradores, em especial ao editor dos boletins, à gerente digital, aos diretores dos Núcleos, aos tesoureiros e secretários e associados, por terem contribuído para o fortalecimento da AAFIB, ajudando a dobrar os seus membros em Brasília, introduzindo o Núcleo de São Paulo e aumentando o Núcleo do Rio de Janeiro. Agradeceu também, especialmente, a colaboração oferecida pelo Coordenador Residente do Sistema ONU no Brasil, à Casa da ONU, ao PNUD e à Representação da OPAS/OMS, em Brasília, ao UNICEF, em São Paulo, e ao UNIC, no Rio de Janeiro, por terem proporcionado os locais e os suportes logísticos para as reuniões e treinamentos presenciais da AAFIB. Terminou desejando sucesso à nova Diretoria e afirmando que sempre estará disposto a colaborar no futuro.

Item 1.2 - Prestação de Contas da Diretoria Atual (tesoureiro) - Em seguida, o tesoureiro da Associação, Luiz Mauro Donato, fez a prestação de contas sobre a gestão financeira para o período de agosto de 2019 até julho de 2020, que já havia sido aprovada pelo Conselho Fiscal. O tesoureiro informou que a AAFIB fecha o período com um saldo positivo de R$ 14.844,83 (quatorze mil, oitocentos e quarenta e quatro reais e oitenta e três centavos). Após a apresentação de seu relatório e detalhes complementares feitos pelo tesoureiro (Anexo 4), as contas foram aprovadas pela Assembleia Geral.

Item 2 - Eleição da Nova Diretoria da Associação (2020 – 2022) - Logo em seguida, a Presidente abriu a discussão do item 2 da pauta e foi apresentada uma Chapa concorrente (Anexo 2) assim constituída: Maria Angélica Gomes para Presidente; Maria Etelvina Reis de Toledo Barros para Vice-Presidente; Jacques Schwarzstein para Secretário; e Luiz Mauro Donato para Tesoureiro. A eleição foi realizada de forma presencial, através de cédula física, e virtual, através do e-mail da AAFIB, aafib@outlook.com, e perfil da AAFIB no Microsoft Teams (Lista de presentes e/ou votantes no Anexo 1). Não tendo nenhuma outra Chapa se apresentado, foi eleita Chapa Única por aclamação. Através de 39 votos contados e confirmados, a chapa foi eleita. Os eleitos foram empossados no mesmo ato para o período de novembro de 2020 até novembro de 2022. Os eleitos declararam não ter impedimentos legais para o exercício dos cargos.

 

Item 3 - Outros Assuntos - A presidente da Assembleia passou para o último tema da pauta e registrou também que a AGO concedeu o título de Presidente Emérito a Giovanni Quaglia por seus relevantes serviços prestados a AAFIB nos últimos 4 anos como Presidente , e o título de Associada honorária para Sumaya Garcia pela sua ação exemplar como gerente digital voluntária da AAFIB. Ambas as moções atendem à descrição estatutária de contribuição excepcional para a instituição.

 

Encerramento com palavras da nova presidente

Angélica Gomes agradeceu, em primeiro lugar, a Giovanni Quaglia pelo incentivo para a AAFIB ter mais mulheres na diretoria, disse que deseja continuar com o apoio de João Carlos Alexim no boletim trimestral da AAFIB, para divulgar ainda mais o trabalho da associação, principalmente em outros países. A nova presidente anunciou que vai reunir a diretoria eleita e irá apresentar os pontos de trabalho da sua gestão numa próxima reunião geral. Terminou com uma frase da primeira-dama americana, quando se colocava no lugar de ativistas da Educação e dos Direitos Humanos: “Na AAFIB, vamos ser todos ativistas para ajudarmos a mudar a nossa história”.

O texto original da ATA pode ser solicitado à Diretoria por e-mail, incluindo um relatório de Giovanni Quaglia muito completo.

 

Reunião de AAFIB/DF

 

A reunião da AAFIB/Brasília foi coordenada pela Diretora do Núcleo, Bernardeth Martins. que registrou seu agradecimento à constante e valiosa colaboração prestada à sua gestão ao longo do ano, pela colega e Ex-Diretora do Núcleo de Brasília. Cintia Freitas fez as anotações para confecção da Ata.

Maria Angélica Gomes, recém--eleita pela AGO para a posição de Presidente da AAFIB no Brasil foi convidada para compor a mesa e a enviar sua primeira mensagem aos participantes. Maria Angélica agradeceu a votação da AGO que elegeu a nova chapa à Presidência da AAFIB que agora tem como integrantes:

Presidente: Maria Angélica Gomes DF

Vice-Presidente: Maria Etelvina R. T. Barros   SP

Secretário: Jacques Schwarstein   RJ

Tesoureiro: Luiz Mauro Donato  DF

 

Maria Angélica agradeceu e parabenizou o trabalho realizado pela Presidência anterior exercida por Giovanni Quaglia durante dois períodos consecutivos de 2 anos e comprometeu-se a sustentar e promover o trabalho realizado. Registrou que em breve uma reunião seria convocada para definir o foco do trabalho futuro e que todos seriam convidados a apresentar ideias. Agradeceu a Sumaya Garcia por todo o apoio e trabalho de planejamento e execução dos encontros presenciais e virtuais.

A Diretora do Núcleo de Brasília explicou que as agências da ONU foram convidadas a participar da reunião do Núcleo indicando representantes das suas áreas de Recursos Humanos. Estava presente virtualmente Tainah Peron - OPAS/OMS. Bernardeth Martins agradeceu sua presença e reforçou a solicitação anterior da AAFIB de participar do grupo dos Representantes de RH do Sistema ONU. Tainah Peron valorizou o trabalho da AAFIB. Em nome da OPAS/OMS reiterou o apoio da sua organização.

AFFIB Connection e apoio ao projeto RYON (Retired YES, Out of the World NO). Sumaya Garcia, gerente digital voluntária da AAFIB, foi convidada a apresentar estes temas e iniciou dando destaque especial à intensa agenda do "AAFIB Connection". Este é um canal de comunicação da Associação dedicado a promover a aproximação dos associados através de uma mídia apropriada (antes no Skype e agora no Teams) em que ela é produtora e moderadora. Também registrou a agenda de atividades previstas para ocorrer até o final do ano.

 

Sobre o Projeto RYON  (Retired  YES, Out of the World NO) Sumaya informou que o RYON Channel está  para ser lançado no YouTube, com o apoio da AAFIB, com o tema "Aposentado Sim, Fora do Mundo Não", com um debate que vai contar com a participação de João Alexim, que foi Diretor do Escritório da OIT no Brasil e funcionário da OIT por 20 anos, e também de aposentados que ainda continuam com atividades, sejam eles remunerados ou não.

 

Agenda de 2021: Como é de praxe, a agenda de reuniões oficiais do Núcleo Brasilia para o ano seguinte, foi elaborada e, na sequência aprovada, conforme disposta abaixo. Tainah Peron, responsável pelo RH da OPAS/OMS, confirmou o apoio da organização às atividades da AAFIB e, na mesma hora consultou a disponibilidade de salas para as reuniões, confirmando na sequência as reservas.    SAVE THE DATES!

 

CONSELHO DA FAFICS

Foi a primeira reunião virtual da FAFICS e teve a maior participação de toda sua história: 36 associações e cerca de 100 delegados. Foi entre 7 e 9 de dezembro de 2020.

A proposta de nossa Região para aprofundar no funcionamento democrático e participativo da FAFICS, que conta com três propostas, acabou não sendo apreciada por suposta falta de tempo alegada pelo presidente da FAFICS. Em troca se criou um grupo de trabalho para tratar do assunto.

 

A análise comparativa dos orçamentos da FAFICS nos anos 2018/19 e 20 mostra  que se destinou a viagens dos membros da Diretoria e de assessores a maioria absoluta dos recursos. Nossa Associação solicitou que isso fosse modificado e se gastasse pelo menos 10% a difusão de informação e comunicações com os membros, pelo menos nos assuntos de maior interesse, através dos meios virtuais e em diferentes versões de idiomas. Ficou decidido incrementar a proporção do orçamento destinada a informação e aumentar o controle dos gastos de viagens.

 

Em seguida foram eleitos os 5 vice-presidentes resultando em representantes de N. York, Áustria, Genebra, Senegal, Panamá.

 

Sobre o Fundo de Emergência (brindar assistência financeira com agilidade e sem complicações, sempre que o Fundo determine que existe circunstâncias excepcionais que causem dificuldades especiais em situações individuais). Distorções se mantêm na prática desse fundo: do total de 284 solicitações só dez eram de nossa Região e no valor de apenas 630 dólares. A maior parte das solicitações vinha dos Estados Unidos e Índia.

 

RELATÓRIO DO COMITÊ DE SEGURO DE SAÚDE (ASHI)

 

Uma questão dominante foi a cobertura de despesas médicas pelo COVID 19.

Outra questão importante: nas sessões do Conselho 47º. e 48º.  a AAFIB (Brasil) chamou a atenção da Comissão Permanente da ASHI sobre as dificuldades encontradas por aposentados sob o MIP (Plano de Seguro Médico https://www.un.org/insurance/plans/medical-insurance-plan-mip), em particular no PNUD, PNUMA, UNFPA, ONU Mulheres, UNOPS, UNICEF, UNDSS, entre outras agências.

Esse problema existe em alguns países da Região, e não inclui a Argentina. Em seu documento apresentado na 48ª sessão, a AAFIB ressaltou que: "Baixa cobertura do MIP em caso de internação e extensão limitada é um tema de preocupação (Cobertura máxima MIP anual é de US$ 40.000 para países de alto custo de vida e US$ 10.000 para países de baixo custo de vida, suficiente apenas para 10-12 dias em tratamento intensivo em um hospital particular). Aparentemente, não houve progresso nesta reivindicação.

 

Resumo da apresentação Rosemarie Mcclean -Chefe Executiva de Administração de Pensão.

 

Todo o pessoal do Fundo trabalhou com êxito de forma remota desde março,

a equipe essencial fez o recebimento/envio de correspondências e cheques. Um número limitado voltou para o escritório a partir de junho (Genebra) e agosto (Nova York), mas devido à piora da situação da pandemia COVID-19 na Europa, o a equipe de Genebra retomou o trabalho a distância em tempo integral em 4 de novembro. O desempenho permanece em alto nível: mais de 90% dos novos casos de pensões são processadas dentro de 15 dias úteis. Nos últimos anos, houve melhoria no tempo que leva para cada Organização membro para enviar os documentos de separação para o Fundo, que em 2018 era de 28 a 35 semanas, enquanto a média em 2020 é de 6 a 10 semanas.

 

SITUAÇÃO FINANCEIRA DO FUNDO DE PENSÕES

Fonte: Carta Anual do Fundo (2020)

As avaliações atuariais se realizam a cada dois anos para determinar se os ativos presentes e futuros estimados do Fundo serão suficientes para fazer frente a seus passivos presentes e futuros estimados, utilizando vários conjuntos de supostos sobre a evolução econômica e demográfica futura. A avaliação mais recente do Fundo foi realizada em 31 de dezembro de 2019 e os resultados se apresentaram ao Comitê de Pensões no 67º. período de sessões em julho de 2020. A avaliação utilizou os seguintes pressupostos econômicos (três): a) uma taxa suposta de aumento da remuneração pensionável de 3% anual; b) uma taxa suposta de rendimento nominal das inversões de 6%ao ano; e c) uma taxa de inflação suposta de 2,5% anual. Também se assumiu que o crescimento do pessoal do quadro orgânico durante os próximos dez anos seria de 0,5% anual, seguido de um crescimento nulo a partir de então. E crescimento zero do pessoal do quadro de serviços gerais.

 

Outra análise se realiza com a avaliação atuarial é a determinação de proporção de financiamento. Esta análise ajuda a Junta na avaliação da situação financeira do Fundo sobre a base atual, no lugar da projetada. As taxas de financiamento são comparações do ativo atual do Fundo com o valor dos benefícios (passivos) acumulado na data de avaliação dada e são calculados com base no “término do plano”. Em 31 de dezembro de 2019, o Fundo foi encontrado em uma posição fortemente financiada, como tinha sido durante as duas últimas avaliações.

Programação AAFIB Connection 2021

Programação trimestral no Teams até 19 de maio. A programação continua às quartas, quinzenalmente, às 19h. Fizemos semanal no ano passado, para aproveitarmos ao máximo o período de isolamento total e interagirmos mais ainda. Mas, como sempre, continuaremos "juntos" no WhatsApp.

*Programação AAFIB Connection no Teams - Conectando boas práticas - até 19/05:

 

*4a. Feira, dia 24/02, às 19h

*"Segurança na internet, com os temas: PIX, LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), falando sobre WhatsApp e outros, com Celina Arraes"*

 

*4a. Feira, dia 10/03, às 19h

*"O empoderamento da mulher - gerando oportunidade em meio à crise" - Comemoração do Dia Internacional da Mulher (08 de março), com Maria Helena Mueller

 

*4a. Feira, dia 24/03, às 19h

*"Reconhecimento facial do UNJSPF", suporte, com Moira Lawrence.*

 

*4a. Feira, dia 07/04, às 19h

*"Dia de conto - compartilhando experiências", com João Carlos Alexim*

 

*4a. Feira, dia 21/04, às 19h

*"Sessão Pipoca" da AAFIB, com a exibição de um filme, cuidadosamente escolhido, que será anunciado em tempo, com debate no final.

 

*4a. Feira, dia 05/05, às 19h

*Prática digital - familiarização com o Microfoft Teams - lembrando que é a plataforma utilizada pelo UNJSPF na entrevista para validação do reconhecimento facial"

 

*4a. Feira, dia 19/05, às 19h

*"Praticando Espanhol através da música, com Miguel Genovese"*

Alguns temas de sessões extras a serem agendadas na parte da manhã e à tarde, de forma rotativa:

  1. *"Mantendo a forma", com exercícios práticos com o convidado especial, diretamente de Roma, Sr. Davis Ades, personal trainer para a terceira idade na Itália.

  2. *"Clube do Livro", mediante inscrição, para termos mínimo de pessoas no rodízio da leitura.

  3. *Exercícios de memória, interativos e em idiomas variados.

  4. *Concurso de redação – orientações

SUPORTE DO CE DIGITAL – Sessões extras da AAFIB CONNECTION já agendadas: Agradecemos a Moira pela contribuição, por compartilhar a sua experiência e estar disponível a dar esse suporte. Muito obrigada pela sua ajuda, Moira!

Anotem, as sessões extras sobre o CE digital, com Moira Lawrence. Seguem as datas e horários:

  1. Quarta, dia 03 de março, às 15h

  2. Quarta, dia 17 de março, às 15h

NOTAS

  1. Para otimizar o tempo e o suporte, no dia da sessão, estejam, de preferência, com o celular carregado, num lugar claro e tendo feito o download do aplicativo, além de ter solicitado o código. (vide o passo a passo enviado).

  2. Depois das sessões, se alguém ainda tiver necessidade, marcaremos sessões individuais.

Em caso de dúvida ou reenvio do passo a passo, solicitar via aafib@outlook.com.

Lembrando:

  1. Sempre estamos abertos para receber sugestões.

  2. O link do Microsoft Teams será enviado no dia de cada sessão, por organização e segurança.

  3. Para qualquer dúvida, estamos à disposição! Esperamos lá por todos!

No dia 10/02, tivemos, na AAFIB CONNECTION, no Microsoft Teams, às 19h, uma sessão sobre Vacinação, com a epidemiologista, Dra. Carla Domingues, coordenadora do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde de 2011 até 2019. Ela foi convidada pela Cristina Pedreira (AAFIB BSB), a pedido da nossa presidente Maria Angélica Gomes. A sessão teve grande repercussão e houve uma concorrida parte dedicada a perguntas e respostas.

AFICS-LAC – REPRESENTAÇÃO NA FAFICS E MAIS INTEGRAÇÃO

 

Desde a sua formalização, no ano passado, a AFICS-LAC, rede de cooperação regional formada por várias AFICS - associações de aposentados da ONU - na América Latina e Caribe, tem se movimentado bastante.

A interação é realizada por vídeoconferências, mensagens por e-mail e grupo de WhatsApp. Essa integração já se refletiu na eleição de Carlos Santos, membro da diretoria da AFICS-PANAMÁ, como vice-presidente da FAFICS (Federação Internacional das AFICS). A AAFIB parabeniza o colega e deseja êxito em sua atuação no cargo.­­­­­­

Diante de toda essa “sintonia”, os convites mútuos  para atividades online têm sido constantes. Nós do Brasil já tivemos o prazer de receber os nossos “hermanos” nas sessões da AAFIB CONNECTION e também fomos convidados por associações de países, como Colômbia e Equador, por exemplo.

Há poucos dias, participamos de um encontro virtual do México. Nessa live do grupo de apoio da CEPAL e AFPNU México, o representante da OPAS/OMS no país, Sr. Cristian Morales, falou sobre “Vacinação” e respondeu a uma pergunta do nosso Miguel Genovese  (AAFIB BSB) (foto).

SOBRE O CERTIFICADO DE TITULARIDADE / CE

 

O Fundo de Pensões anunciou que aposentados e beneficiários agora têm opção para completar o exercício anual do Certificado de Titularidade, fornecendo sua prova de vida anual em formato biométrico através de um novo aplicativo certificado digital (DCE). Tudo o que você precisa fazer é baixar o aplicativo DCE para o seu dispositivo móvel e seguir as instruções. Este DCE é uma nova opção que está oferecendo em vez do Certificado de Titularidade (CE) em papel e depende do aposentado / beneficiário decidir como quer completar seu CE anual.

"Esperamos que essa grande simplificação seja amplamente utilizada por nossos aposentados e beneficiários", afirmou Rosemarie McClean, diretora executiva de Administração de Pensões. "Esta é uma das primeiras entregas de nossa nova estratégia para mover o Fundo para se tornar sem papel sempre que possível." Após o bem-sucedido projeto piloto realizado no ano passado, vários funcionários da UNJSPF e da UNICC* se dedicaram a esse projeto primordial, desde o conceito inicial até os testes. "Quero estender meus agradecimentos mais calorosos a todos eles", acrescentou Rosemarie McClean."O novo Aplicativo DCE é seguro e confiável", acrescentou Dino Cataldo Dell'Accio, Diretor de Informações do UNJSPF.

As principais características do novo aplicativo estão descritas na caixa abaixo e mais informações são fornecidas no Guia Passo a Passo do DCE (disponível em português no site da AAFIB) e na FAQ DCE. A inscrição no CE Digital e a emissão do seu CE Digital 2021 são possíveis até 31 de dezembro de 2021.

Observe que, caso você não preencha tanto a inscrição quanto o CE Digital 2021 até 22 de junho de 2021, o Fundo enviará o formulário CE 2021 em cópia impressa pelos Correios (veja os itens abaixo para mais detalhes).

  1. Primeiro, você deve baixar o Aplicativo Certificado Digital de Direito (DCE) em seu dispositivo móvel. Você pode baixá-lo nas lojas de aplicativos móveis.

  2. Depois de baixar o aplicativo, você precisará concluir o processo de inscrição. O aplicativo irá guiá-lo através do processo passo a passo (tela por tela) no qual você precisará tirar e enviar uma foto de um documento de identificação com foto válido emitido pelo governo, criar sua identidade biométrica e ter uma chamada de vídeo com um dos representantes do call center do UNJSPF para confirmar sua identidade e validar sua conta. Tudo isso é feito através do Aplicativo DCE. Queremos salientar que a chamada de vídeo é necessária e é muito importante que você ligue para o Fundo através do aplicativo no momento em que você selecionou para a chamada de vídeo. O outro ponto chave é que a chamada de vídeo é requerida para a inscrição, mas outras etapas para verificar sua identidade biométrica são necessárias para a emissão do seu CE Digital.

 

  1. Uma vez que sua inscrição no Aplicativo DCE tenha sido aprovada por meio de uma chamada de vídeo com o Fundo, você poderá emitir seu Certificado Digital de Direito 2021 e futuros dentro do Aplicativo DCE e fornecer sua prova biométrica anual de vida dentro do aplicativo. Esta etapa anual exige apenas que você complete a verificação biométrica dentro do Aplicativo DCE e deve levar menos de 5 minutos a cada ano.

  2. A forma baseada em papel do Certificado de Titularidade (CE) ainda estará disponível para aqueles que não quiserem adotar o aplicativo CE Digital. Nenhuma ação é necessária se você quiser continuar recebendo o formulário CE baseado em papel. Nesse caso, tome nota do novo recurso que permite a apresentação eletrônica do formulário CE devidamente preenchido, datado e assinado por código de barras através de sua conta MSS (Member Self- Service).

 

  1. E se você não tiver se inscrito no Aplicativo CE Digital (DCE) e emitido seu CE Digital 2021 até 22 de junho de 2021?

 

Nesse caso, você teria duas opções: ou (i) enviar a versão baseada em papel do formulário CE 2021 para o Fundo, ou, (ii) se inscrever no Aplicativo DCE e enviar seu CE Digital 2021 através do aplicativo, até 31 de dezembro de 2021.

 

I - O Fundo enviará o formulário de papel CE 2021 a todos os aposentados e beneficiários que não se inscreveram e emitiram seu CE Digital 2021 no Aplicativo DCE até 22 de junho de 2021. Em vez de aguardar o recebimento da versão em papel do formulário CE, você pode imprimir o documento no MSS do UNJSPF.

II - Você deve acessar e imprimir o formulário CE 2021 dentro da aba 'Documentos' da sua conta MSS (Member Self-Service/serviço de autoatendimento do membro). O formulário MSS CE será enviado e disponível dentro do MSS no final de junho de 2021. Se você decidir não enviar um CE Digital através do aplicativo DCE, você deve devolver o papel baseado em 2021 CE por correio ou enviando-o ao Fundo eletronicamente dentro de seu MSS, até 31 de dezembro de 2021.

 

No entanto, repetindo, mesmo após 22 de junho de 2021, você ainda tem a opção de se inscrever e emitir seu CE Digital 2021 no Aplicativo DCE até 31 de dezembro de 2021. Nesse caso, você não precisa submeter ao Fundo o formulário de 2021 baseado em papel.

Reconhecimento facial

A PROPÓSITO DAS VACINAS

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda a vacinação como uma ferramenta fundamental de prevenção primária para limitar os efeitos de problemas de saúde e econômicos da pandemia. A vacina ajudará a reduzir a circulação de internações e óbitos relacionados à COVID-19 e ajudará gradualmente a restaurar uma nova normalidade. Desenvolver, adquirir, distribuir e aplicar vacinas são desafios sem precedentes globalmente. Para o Brasil, é o desafio mais importante de vacinação em décadas. A estratégia busca garantir que as vacinas estejam disponíveis em todo o território nacional e que a população-alvo possa recebê-las de forma livre, equitativa e igualitária.

Até o momento, não se sabe de nenhum plano especial de vacinação de funcionários das Nações Unidas. Eles devem ser vacinados de acordo com os planos dos países de destino ou residência, sejam funcionários ativos ou aposentados. Vários tipos de vacinas COVID-19 estão sendo desenvolvidas.

 

As 4 principais plataformas são:

  1. Vacinas com vírus inativados ou atenuados: usa o vírus SARS-CoV-2 anteriormente inativado ou atenuado, de modo que não causa a doença, mas ainda gera uma resposta imune.

  2. Vacinas à base de proteínas: usa fragmentos ou estruturas de proteínas inócuas que imita o vírus covid-19, a fim de gerar uma resposta imune.

  3. Vacinas vetoriais virais: usa um vírus diferente do SARS-CoV-2 (por exemplo, adenovírus) e geneticamente modificado que não pode causar a doença, mas pode produzir Proteínas SARS-CoV-2 para gerar uma resposta imune segura.

  4. Vacinas com RNA e DNA: uma nova abordagem que usa RNA ou DNA geneticamente modificado para gerar uma proteína que sozinha desencadeia uma resposta imunitária contra a SARS-CoV-2.

 

É muito cedo para se saber quanto tempo (se será ou não a longo prazo) terá de duração a proteção oferecida pela vacina e isso dependerá de vários fatores (por exemplo, idade da pessoa vacinada, doenças subjacentes, estado imunológico e variabilidade do vírus, entre outros). Por isso, levará mais tempo para responder a essa pergunta. No entanto, os dados disponíveis já estão encorajando, sugerindo que a maioria das pessoas que se recuperam da COVID desenvolvam uma resposta imune que ofereça pelo menos alguma proteção contra uma nova infecção, embora a intensidade e duração dessa infecção ainda não tenham sido determinadas.

FÉRIAS DURANTE A PANDEMIA?

 Udo Bock

 

DEU CERTO!

Imagine uma família em São Paulo; casal com 3 filhos, a mais velha, solteira, residindo em Florianópolis; o filho do meio com sua filha de 20 anos, residindo em Londres; e a filha mais nova, seu marido e a filha com 10 anos, residindo também em São Paulo.

Uma família, nada fácil de se reunir, não é?

Pois conseguia se reunir, sim, pelo menos uma vez por ano, entre o Natal e a passagem de ano, em uma viagem, para local próximo, numa praia ou no campo, porém, religiosamente todos os anos.

 

E neste último final de ano, como isso foi possível, em plena Pandemia?

 

Não foi possível para os dois londrinos. Se viessem, teriam que cumprir a quarentena em São Paulo e, passado este período, teriam que retornar a Londres. Só isso !

Foi possível para nós, Lygia e eu, com nossa filha de Floripa e o casal: nossa filha de São Paulo, nosso genro e a filhinha deles, nossa neta.

 

Tivemos, no entanto, em razão das restrições exigidas pela pandemia, que planejar a viagem em um período diferente do que estávamos habituados a cumprir: antecipamos a data para antes do Natal e Ano Novo.

 

Evitamos, assim, estradas congestionadas, pousada lotada, hóspedes em clima de festa. Selecionamos a Pousada, na Reserva Florestal do Pico de Itatiaia, Rio de Janeiro, próximo à divisa com São Paulo, para os dias 16 a 21 de dezembro. Por serem dias “fora de temporada”, as diárias custaram quase a metade do que pagamos quando lá estivemos em ocasiões anteriores.

 

Chalés razoáveis, comida ótima, restaurante com cuidados de higiene e mesas afastadas,

hóspedes com máscaras e respeitando distanciamento, um local aprazível com piscinas (água fria e quente), sauna e bar, quadra de vôlei, campo de futebol, muitas árvores, jardins floridos, passeios asfaltados, muitas subidas e descidas que Lygia e eu enfrentávamos, munidos de nossas bengalas.

 

Nossas “crianças” tinham outros desafios: longas trilhas nas florestas da região em direção às várias cachoeiras, destinos prioritários dos visitantes dessa Reserva Florestal. Lindas e limpas quedas d’água movimentam as piscinas naturais, oferecendo banhos geladinhos e ótimas oportunidades de natação.

 

A água!

Foi o grande destaque desses tão esperados dias de férias.

A chuva superou o sol em horas-natureza de presença, nas trilhas de nossas “crianças” (voltavam molhadinhas) e nos meus tranquilos passeios com Lygia (voltávamos correndo, de volta ao chalé, com as nossas 3 pernas).

 

Choveu muito, daquelas chuvas de verão, curtas e grossas, alimentadas por muito vento, que ameaçavam derrubar as lindas árvores da pousada e que, afinal, derrubaram muitos galhos sobre os fios elétricos das estradas da região.

 

Resultado: ficamos 2 dias sem energia, jantando à luz de velas.

 

E, durante as chuvas fracas, Lygia e eu colocamos em dia as nossas leituras de livros que, normalmente, não temos condições de absorver com qualidade, em razão da profundidade de seus temas. Tínhamos uma pequena e bela varanda com assentos confortáveis para nos concentrar. Bengalas descansando num canto da varanda.

Foi também nesses momentos de tranquilidade que observávamos os pássaros da região: Saíra Azul, Saíra 7 Cores, Cambicíca, Sanhaço, Tico-tico, Canário da Terra, João de Barro, Tiê-Sangue e um enorme e lindo Tucano que costumava invadir os ninhos dessa turma toda. Uma Cambicíca chegou a posar há um metro de mim, na varanda, para verificar se eu era boa gente.

 

Vários passarinhos vinham pedir comida nas janelas do refeitório, fazendo pose para as fotos dos celulares dos hóspedes. Só quem não parava era o morcego, que entrava voando pela janela, assustando a todos e não conseguindo mais sair, totalmente desorientado.

 

Finalmente, no último dia, o sol veio pedir desculpas e nos brindou com uma linda manhã. Fomos todos à piscina de água fria (é água corrente originária de um córrego que passa pela pousada), brincamos de voleibol, eu fiz um nado de costas (bengala ao lado da entrada na piscina para ajudar a entrar e sair...) e, depois do almoço, retornamos a São Paulo.

Deu certo!

Udo Bock é Diretor da AAFIB e aposentado do UNICEF.

 

 

 

 

 

Fotos de Vivian e Vana Bock

TALENTOS ARTÍSTICOS DA AAFIB

 

É com muita alegria que, em nome da diretoria da AAFIB, compartilho com vocês a notícia de que dois membros da Associação ficaram entre os primeiros colocados do Concurso Artístico AFICS Argentina 2020-21.

Em quarto lugar, a nossa vice-presidente, Telva Barros, e, em quinto lugar, Maria Helena Cozzolino. Seguem as obras vencedoras com legendas explicativas escritas por elas.

Parabéns, Telva e Maria Helena, pelo talento! Obras atraentes!

 

Obra "ARACEAE/Jardim Botânico de Nova Iorque", Telva Barros - 4° lugar no Concurso Artístico AFICS Argentina 2020-21.

 

"Em 2019, aconteceu uma megaexposição no Jardim Botânico de Nova Iorque, em homenagem ao arquiteto Burle Marx. Minha filha, Anita, esteve lá e tirou inúmeras fotos. Gostei de uma e fiz uma aquarela..." (Telva Barros)

 

Obra "A Terra continua Azul", Maria Helena Cozzolino - 5° lugar no Concurso Artístico AFICS Argentina 2020-21.

 

"Pandemia, furacões, queimadas, peste negra, o cólera, a tuberculose, a varíola, a gripe espanhola, a febre amarela, o sarampo, a varíola, a AIDS, a dengue, a bomba atômica e, ultimamente, a Covid-19. A Terra enfrenta seus desafios e, com a ajuda dos “NOSSOS AMIGOS”, ela continua AZUL!

 

Obs.: no quadro existem todos os tipos de vírus representados: a bomba atômica, que assolou o mundo e as visitas dos nossos amigos. Por último, a COVID." (Maria Helena Cozzolino)

Telva Barros

Maria Helena Cozzolino

CONCURSO LITERÁRIO DA AAFIB

 

O QI médio da população mundial diminuiu nos últimos vinte anos, afirma Christophe Clavé.

 

Nunca vi esta problemática tão bem explanada desde a monumental obra “A era     do      vazio”,      de      Gilles      Lipovetsky      (Manuel      Tavares).  “O      QI médio da população mundial, que sempre aumentou desde o pós-guerra até o final dos anos 90, diminuiu nos últimos vinte anos …É a inversão do efeito Flynn.

Parece que o nível de inteligência medido pelos testes diminui nos países mais desenvolvidos.  Pode  haver  muitas  causas  para  esse   fenômeno.   Uma delas pode ser o empobrecimento da linguagem. Na verdade, vários estudos mostram a diminuição do conhecimento lexical e o empobrecimento da linguagem: não é apenas a redução do vocabulário utilizado, mas também as sutilezas linguísticas que permitem elaborar e formular pensamentos complexos. O desaparecimento gradual dos tempos (subjuntivo, imperfeito, formas compostas do futuro, particípio passado) dá origem a um pensamento quase sempre no presente, limitado ao momento: incapaz de projeções no tempo.

 

A simplificação dos tutoriais, o desaparecimento das letras maiúsculas e da pontuação são exemplos de “golpes mortais” na precisão e variedade de expressão. Apenas um exemplo: eliminar a palavra “signorina” (agora obsoleta) não significa apenas abrir mão da estética de uma palavra, mas também promover involuntariamente a ideia de que entre uma menina e uma mulher não existem fases intermediárias.

Menos palavras e menos verbos conjugados significam menos capacidade de expressar emoções e menos capacidade de processar um pensamento.

 

Estudos têm mostrado que parte da violência nas esferas pública e privada decorre diretamente da incapacidade de descrever as emoções em palavras. Sem palavras para construir um argumento, o pensamento complexo torna-se impossível. Quanto mais pobre a linguagem, mais o pensamento desaparece. A história está cheia de exemplos e muitos livros (Georges Orwell – “1984”; Ray Bradbury – “Fahrenheit 451”) contam como todos os regimes totalitários sempre atrapalharam o pensamento, reduzindo o número e o significado das palavras.

Se não houver pensamentos, não há pensamentos críticos. E não há pensamento sem palavras. Como construir um pensamento hipotético- dedutivo sem o condicional? Como pensar o futuro sem uma conjugação com o futuro? Como é possível captar uma temporalidade, uma sucessão de elementos no tempo, passado ou futuro, e sua duração relativa, sem uma linguagem que distinga entre o que poderia ter sido, o que foi, o que é, o que poderia ser, e o que será depois do que pode ter acontecido, realmente aconteceu?

 

Caros pais e professores, façamos com que nossos filhos, nossos alunos falem, leiam e escrevam. Ensinar e praticar o idioma em suas mais diversas formas. Mesmo que pareça complicado. Principalmente se for complicado. Porque nesse esforço existe liberdade. Aqueles que afirmam a necessidade de simplificar a grafia, descartar a linguagem de seus “defeitos”, abolir gêneros, tempos, nuances, tudo que cria complexidade, são os verdadeiros arquitetos do empobrecimento da mente humana.

Não há liberdade sem necessidade. Não há beleza sem o pensamento da beleza.

Christophe Clavé

Escritor

Com base no artigo acima, traduzido para o português, de Christophe Clavé, compartilhado em espanhol por Hilda Cerdeira no grupo da AAFIB CONNECTION no WhatsApp, Vanderlei de Marque se inspirou e pensou em fazermos um CONCURSO LITERÁRIO DA AAFIB. Com isso, foi formada uma comissão para a organização e lançamento em breve. O objetivo é trazer de volta a paixão pela língua materna e contribuirmos para uma maior valorização dela. Por isso, aguardem! Em breve, estaremos divulgando tema, regulamento e tudo mais, para que vocês possam participar e "reavivar a chama literária". O concurso pretende abranger outros idiomas, além do português, e ser estendido a outras associações de aposentados das Nações Unidas no mundo. Preparem- se! Vamos incentivar a leitura e a escrita, pois, como bem ressaltou Clavé, precisamos "descrever as emoções em palavras, para podermos construir um argumento e, com as palavras certas, gerar um pensamento complexo". Contamos com todos vocês! Enviem sugestões e comentários para “aafib@outlook.com”

 

Comitê do Concurso Literário da AAFIB CONNECTION - Hilda Cerdeira, João Carlos Alexim, Luiz Mauro Donato, Sumaya Garcia, Telma Pepe, Udo Bock e Vanderlei de Marque (ordem alfabética).

Sociedade Democrática

As sociedades se organizam e criam governos para trabalhar em seu nome e gerar os benefícios necessários, para que consigam viver coletiva e individualmente com saúde, paz e alegria. E, para isso, precisam se organizar em instituições eficientes e eficazes, sem perder nunca a finalidade de trazer felicidade para todos. E, diante de séculos de exercícios e equivocações, usar o saber acumulado para cumprir sua tarefa: os governos governam para garantir paz, saúde, educação e cultura de muita qualidade (faço questão de muita qualidade) de graça para todos, porque seus impostos são para isso e para poucas coisas mais. Eu acrescentaria que os governos precisam promover o emprego e renda, que são universais e essenciais para ajudar o governo a cumprir sua finalidade. Em todas as instâncias e momentos, os governos deviam pensar nisso. Em primeiro lugar, vem o direito e dever coletivo e, dentro do coletivo, vem o individual como indivíduo único e livre, podendo em sua instância se organizar também da maneira que lhe aprouver, desde que obedecido o preceito de que a liberdade de cada um termina onde começa a do vizinho. De João C Alexim.

 

CONQUISTA DE AEFNUP PERU

 

Temos o prazer de dirigir-nos a todos nesta ocasião para compartilhar um grande feito alcançado por nossa Diretiva AEFNUP PERU. Como sabem, desde o início de nossa gestão, um dos grandes desafios tem sido lidar com o Fundo de Pensão de Nova York, a questão das altas taxas cobradas pelo banco intermediário em Nova York por transferir nossos salários para nossas contas no Peru e ver como reduzi-los e/ou isentá-los. Inicialmente, fomos informados de que não era possível, pois havia acordos contratuais com bancos locais no Peru (acordos contratuais locais) que forneciam essas taxas ao banco intermediário em Nova York, valores que, em alguns casos chegavam a US$ 100 por mês por transferência bancária. É por isso que a grande maioria dos aposentados optou por receber suas pensões em cheques para evitar tal cobrança.

 

Depois de um trabalho árduo e várias reuniões virtuais com todas as áreas envolvidas, tanto com o Fundo de Nova York, quanto com os bancos locais para obter as informações necessárias como um sustento da gestão perante o Fundo, temos muito prazer em anunciar que, após quase um ano de esforços realizados por nossa Diretiva de forma virtual e até mesmo pandêmica, a AEFNUP conseguiu fazer com que o Fundo de Pensão tentasse finalmente aprovar uma nova alternativa de pagamentos de pensão, a fim de eliminar a cobrança de altas taxas bancárias para transferências, uma forma de pagamento que também beneficiará não só o Peru, mas foi incorporada como uma nova opção de pagamento de pensão. Na semana passada, recebemos a boa notícia do colega Karl-Ludwig Soll (Diretor financeiro) que nos informou que "... o Fundo coordenou com o Tesouro Sede das Nações Unidas para estabelecer um novo método de pagamento que permitirá que o salário mensal seja remetido como pagamento doméstico à conta bancária no Peru. Como pagamento nacional recebido, nenhuma taxa bancária será incorrida durante a transferência de fundos." Recebemos como uma notícia muito boa para começar 2021 com esperança e otimismo em meio a uma conjuntura tão complexa gerada pela pandemia Covid 19 e queríamos compartilhá-la com todos vocês, pois poderá beneficiar a muitos outros.

Recebam uma saudação cordial. Amália O, de Cuba

 

Vera Rolim Sales

Queridos amigos e amigas de perto e longe, pode avisar lá na ilha do amor que estou voltando para casa. Foram 10 meses de incertezas, muito medo e muitas descobertas internas. A vida passada a limpo, boas e más recordações, afinal somos passageiros sujeitos a tempestades e bonanças. Mas também muitas flores, lindas azaléas floriram de todas as cores, orquídeas, camélias! Redescobri junto com meu filho Flávio a beleza das cidades vizinhas a São Paulo, Atibaia, Cotia, Caucaia, Piracaia... Novos amigos surgiram no prédio onde voltei a morar, grupos solidários se formaram. Senti muito a falta do convívio humano, dos abraços, do sol e do mar. De tudo ficou muito a riqueza de cultivar mais a espiritualidade, experimentar a calma no desassossego, sem nunca esquecer da dor e da violência que vivemos nesse momento nesse país. Passando de carro próximo ao centro, meu coração se constrangeu pela quantidade de moradores de rua jogados a própria sorte, da quantidade de entregadores de delivery desafiando o trânsito, como a cidade em que nasci e me criei ficou tão desumana? Será que outro mundo é possível? Vejo o grupo do bem viver sonhando e projetando esse novo mundo. A velhice não me roubou o direito de sonhar, de esperançar! Gratidão por tudo que recebi e aprendi.

 

Lá se vão os dias..

Reparem que os dias estão agora todos iguais. Ficou difícil acompanhá-los. Pela segunda vez, cheguei na sexta pensando que estava na quinta, perdendo a data regular de pagamentos. Esse vírus é claramente racista e injusto, ele iguala os bons e os maus, mas sacrifica os mais idosos e os já debilitados pela vida, numa prática de eugenia, acabando por rotular as pessoas como aptas ou não aptas para a sobrevivência e a reprodução. Sem falar que os mais ricos (e alguns mais sortudos) podem dispor de isolamentos seguros e até prazerosos, enquanto a pobreza tem de sofrer o horror na carne. O Covid mostrou as entranhas do país, e  as  diferenças  nas  condições  de  vida  da  população.  De J C Alexim

ANIVERSARIANTES DE JANEIRO/ FEVEREIRO E MARÇO

Nossos Cumprimentos

JANEIRO

04/01    Luciana Fornari     RJ 13/01             Luiz Mauro BSB 14/01.   GiovanniQuagliaBSB 15/01     Josefina Rivero BSB

16/01   .Joselia Oliveira BSB

17/01    HermíniaFerreiraBH 21/01             Lucia Miller BSB 21/01 Carmen Lucia BSB 23/01 Ildefonso Ramos ES 28/01    Sergio Rolim PB

28/01    Eliana Martins Ferreira BSB 30/01             José Ribamar RJ

31/01    João Batista Pereira RJ

FEVEREIRO

05/02    Milton Thiago de Mello BSB/RJ 07/02             Jacques Schwarzstein     RJ

11/02    Rita Gomes da Costa      BSB 12/02   Maria Helena Mueller  RJ

13/02    Ilacir de Carvalho RJ

14/02    Maria Inês Bastos  BSB 16/02  Silvio Kaloustian  SP 17/02        Juan Zavattiero  BSB 17/02    Evelyn  Rocha RJ

21/02    Sumaya Garcia RJ

23/02    Alfredo Costa Filho BSB 25/02             Marcia Prates BSB 25/02        Jurema Varejão BSB 26/02          Junia Puglia BSB

26/02    Lilia Chuff   BSB

27/02    René Vossenaar BSB

MARÇO

01/03 Nelson Silva RJ

04/03 Jorge Sebastião RJ

10/03  Maria Elma RJ

15/03 Cristina Pedreira BSB

19/03 Cintia Freitas BSB

23/03 Sandra Faria BSB

23/03 Jamilia deAlmeida BSB 27/03 Lucia Cubria RJ

28/03 Graça Campos BSB 29/03 Paulo Auge RJ

30/03 Maria Lucia Silgueiro BSB 31/03 Helle Rink RJ

 

DIRETORIA

Maria Angélica Gomes/ Presidente /angelicagom@hotmail.com Maria Etelvina R T Barros (Telva) /telvabarros@hotmail.com Jacques Schwarzstein / Secretário / jacquesaafib@gmail.com; Luiz Mauro Donato / Tesoureiro / lm.donato@hotmail.com;

Arabela Rota / Diretora do Núcleo do Rio de Janeiro / arabelarota@uol.com.br; Bernardeth Martins / Diretora do Núcleo de Brasília / deth.fatima@gmail.com; Udo Bock / Diretor do Núcleo de São Paulo / udobock@uol.com.br);

Sumaya Garcia / Gerente Digital / garcia.sumaya@gmail.com

"Participaram da elaboração deste boletim João Carlos Alexim, Sumaya Garcia e Vanderlei de Marque"

Sede da AAFIB: Av. Marechal Floriano, 196 - Palácio Itamaraty: UNIC-Rio / Centro / Rio de Janeiro / RJ / CEP: 20080-002. Visite o website da AAFIB – www.aafib.net

Reunião da AAFIB na sede

da OPAS/OMS, em Brasília

ANIVERSARIANTES DO PERÍODO

(Nossas felicitações)

 

OUTUBRO

02/10  Miguel Genovese            BSB

04/10  Leko Watanabe               SP

06/10  Tânia Dias                        BSB

10/10  Carlos Ferreira                BSB

16/10   Dyla Duarte Lima          RJ

19/10  Antonio Carlos               RJ

22/10  Teresa Terra                    BSB

23/10  Luciana Fornari              RJ

26/10  Henri Jouval                    RJ

28/10  George Martine             BSB

29/10 Hilda Gomez (Cerdeira) SP

NOVEMBRO

03/11   Maria Ligaya                 DF

04/11   José Lourenço              RJ

04/11   Cristina Montenegro   BSB

09/11   Julio Manuel Suarez    BSB

12/11   Sandra Valle                 RJ

18/11   Ítalo Frasquelli             RS

22/11   Carlos Borio                 RJ

27/11   Creusa Rodrigues       RS

27/11   Marcos Ramos            RJ

27/11   Lília Souto                    BSB

29/11  Ralph Hakkert              BSB 

DEZEMBRO

 

01/12  Udo Bock                       SP

02/12  Georgina Pinto             RJ

02/12  Vera Severo                   BSB

08/12  Carlos Plum                  RJ

14/12  Adely Rocha                  RJ

19/12  Ivo Gomes                     RJ

19/12  Arabela Rota                 RJ

20/12  Antonio Martins           RJ

22/12  Bernardo Brummer     DF

25/12  Gilmario Mourão         CE

26/12  Ely de Souza                  DF

26/12  Jorge Nassif                   SP

29/12  Perla Vaccaro                RJ

30/12  Janes Souza                   RJ

 

EXPEDIENTE

Giovanni Quaglia / Presidente / presidente.aafib@gmail.com; coeditor do Boletim

João Carlos Alexim / Vice-presidente / jc.alexim@gmail.com; editor do Boletim

Jacques Schwarzstein / Secretário / jacquesaafib@gmail.com;

Luiz Mauro Donato / Tesoureiro / lm.donato@hotmail.com;

Arabela Rota / Diretora do Núcleo do Rio de Janeiro / arabelarota@uol.com.br;

Bernardeth Martins / Diretora do Núcleo de Brasília / deth.fatima@gmail.com;

Udo Bock / Diretor do Núcleo de São Paulo / udobock@uol.com.br);

Sumaya Garcia / Gerente Digital / garcia.sumaya@gmail.com

 

Sede da AAFIB: Av. Marechal Floriano, 196 - Palácio Itamaraty: UNIC-Rio / Centro / Rio de Janeiro / RJ / CEP: 20080-002.

Visite o website da AAFIB (aafib.net)

Equipe do Call Center do Fundo de Pensão. É com esse pessoal que conversamos quando estamos em busca de informações. Nosso reconhecimento pelo seu trabalho.