Ata da Assembleia Geral Anual da AAFIB (Agosto 2014)

 

A Sessão foi instalada com as palavras de abertura do diretor do UNIC-Rio especialmente convidado. Giancarlo Summa reiterou o apoio dado à AAFIB desde sua criação em 1987 e destacou algumas das atividades desenvolvidas por aquele Centro de Informação da ONU. Ressaltou os 70 anos da ONU em 2015, que serão amplamente festejados. Durante a comemoração, serão promovidas manifestações em todo o mundo, enaltecendo as realizações e mostrando os desafios que precisam ser enfrentados para assegurar os propósitos de paz e desenvolvimento entre as nações. Giancarlo lembrou que o UNIC existe desde 1947 sendo a mais antiga base operacional da ONU instalada no Brasil. Finalmente reiterou a expectativa de ampliar o nível de colaboração que mantém com a AAFIB.

 

João C. Alexim, presidente da AAFIB, abriu os trabalhos agradecendo a presença e as palavras do diretor do Centro e aprovando a Ordem do Dia, que incluía         a) prestação de contas da atual Diretoria, b) eleição, c) definição de um programa de trabalho, d) relatório de missão à reunião do Conselho da FAFICS em Roma,  e) outros assuntos.

Em seguida convidou para presidir a Assembleia o colega Paulo Cezar Pinto, que recebeu o apoio de todos os participantes. E Evelyn Rocha foi convidada para assumir a secretaria do evento.

 

  • Relatório de Prestação de Contas 2013-2014

 

Durante o presente período de administração da AAFIB esforços foram destinados a avançar na direção de uma nova configuração da Associação, além de incrementar a participação dos sócios de diferentes maneiras e ampliar o atendimento individual em assuntos de interesse direto.  Procuramos dar mais visibilidade às atividades de nossa Associação e ampliar sua capacidade de lidar com os interesses da comunidade. Já temos um Boletim mais alentado e um Site que começa a ganhar uma configuração mais adequada a seus objetivos de divulgação e aglutinação, concorrendo para alcançarmos uma dimensão territorial plena, por todo o país, atendendo à natureza dispersa do contingente de aposentados.

A AAFIB vem consolidando a concepção de uma associação mais abrangente no território nacional de modo que qualquer sócio em qualquer parte do país se sinta reconhecido e assistido e acompanhado em eventual necessidade. As regras do Fundo de Pensões são complexas e sua gestão ainda muito lenta, com sérias deficiências, apesar do esforço de modernização e informatização. A ajuda da AAFIB tem sido oportuna em dezenas de casos.  Em particular a AAFIB esteve presente junto à comunidade no episódio de entropia na distribuição das cartas de certificação de titularidade, no começo do ano.

Neste ano decorrido o Boletim foi ampliado incluindo temas de interesse geral, além da cobertura das principais atividades e o acompanhamento dos relatos e das decisões envolvendo nossos interlocutores em Nova York e Genebra. O Boletim ficou mais atraente e tem recebido elogios de seus leitores. Falta ainda conseguir que nossa comunidade colabore com matérias de redação própria.

 

O Website está se consolidando, mas também sofre da falta de colaboradores.  São ainda poucos os que nos enviam sua produção literária, documental, e\ou técnica, o que contribuiria para a integração social da comunidade. Mas pelo menos registra com certa atualidade todos os eventos, atividades e iniciativas de interesse e deverá continuar melhorando seu desempenho, captando com mais eficácia toda a movimentação em torno de nosso universo institucional.

Estamos propondo realizar em 2015 a Segunda Conferência Nacional da AAFIB, mais um passo na direção da integração comunitária. Estamos também propondo criar o Primeiro Concurso Literário, incluindo poesia e prosa, ficção e memória, abrindo oportunidade e espaço para o exercício intelectual de nossos colegas. Um remédio também contra envelhecimento precoce.

 

A AAFIB tem mantido um excelente contato com nossas três casas no país: O UNIC-Rio que abriga nossa Sede Central; o PNUD, com sua Casa da ONU no Brasil, que acolhe nosso Núcleo de Brasília, e o Centro Pan-americano de AFTOSA, que por parceria, mantém um terminal de computador à disposição dos associados da Baixada Fluminense.  A colaboração com os três Órgãos tem-se incrementado e a tendência é de continuar se ampliando.

 

A AAFIB tem sido insistente junto a nossa Federação – FAFICS –no sentido de sensibilizá-la para as diferenças entre a situação dos aposentados nas Sedes de Organismos do Sistema, casos por exemplo de Nova York, Genebra, Roma, Paris e Viena, e os colegas residentes “no terreno”, especialmente em questões ligadas à Saúde. Precisamos muito do apoio da FAFICS na argumentação e pressão sobre o Sistema, para adequar os benefícios à nossa realidade e condições particulares. Mas nossa eficácia nesse propósito vai depender também de nós mesmos e de nossa capacidade de preparar nossa defesa e implementar nossos argumentos. Temos participado com crescente empenho e acompanhado de perto a situação e dinâmica de nossa Federação. 

 

Estivemos presentes no 43º Conselho da FAFICS em Roma.

Nesse sentido temos procurado prestigiar as iniciativas de Reuniões Regionais, buscando o fortalecimento coletivo para defender os interesses comuns no terreno. Estivemos presentes no último evento, em Cuba e pretendemos continuar nesse caminho de intensificar a troca de experiências e fortalecer as alianças.

Dentro da concepção de fortalecimento da descentralização organizacional, estamos propondo criar um Núcleo AAFIB do Rio de Janeiro para promover a maior articulação e confraternização entre os associados dessa cidade, tendo em vista as dificuldades de integração urbana e atraindo mais participantes para os propósitos associativos. Esse Núcleo manteria colaboração direta com o Núcleo da Baixada Fluminense, já existente.

Não vamos mais descuidar da promoção de novos membros, não apenas porque é do interesse de todos a aproximação e o contato com novos colegas, mas também porque uma AAFIB mais representativa fica mais fortalecida e legitimada para representar e defender nossos interesses nas instâncias superiores do Sistema.                                                                                               

Conforme prometido, estamos apresentando uma Prestação de Contas mais precisa e com toda transparência, no que iremos nos aperfeiçoando. Isso para permitir aos nossos associados acompanhar a aplicação dos recursos, avaliar sua adequação e orientar sobre a programação das atividades futuras

Estamos consolidando nosso Conselho Técnico-Consultivo, que funciona à distância através da rede de internet, com a função de dar apoio à Diretoria e ampliar a rede de produção e assistência técnica. Desejamos que mais associados se ofereçam para fazer parte desse grupo.

Estamos ganhando consciência de nossa institucionalidade, como parte de um todo internacional, distribuído hoje entre 56 associações similares e aglutinadas numa Federação que se mostra atuante e em notório desenvolvimento. A FAFICS participa de reuniões do ECOSOC (Conselho Econômico e Social das Nações Unidas) com status consultivo, desde 1983. E cada ano faz um relato à Comissão de Organizações Não-Governamentais sobre a contribuição que suas representações nacionais (AFICS \ AAFIB) realizam para o sustento das ações do Sistema das Nações Unidas no mundo.

Advocacy: A AAFIB vai continuar contribuindo para preservar a imagem e manter a memória do Sistema das Nações Unidas, apoiar suas ações, nos manter ligados de alguma forma com o Sistema, porque um traço particular de nosso trabalho é que podemos nos orgulhar de ter colaborado para a paz e a justiça social no mundo, fazendo nossa parte. Vamos continuar buscando formas dessa aproximação e colaboração.

 

  • Eleição de Diretoria

 

O Presidente da Assembleia introduziu o segundo tema da pauta: Eleição de Diretoria para o mandato 2014-2016 e informou que apenas a atual Diretoria se havia apresentado para concorrer. Havendo apenas uma Chapa foi aprovada a reeleição por aclamação.

 

Diretoria eleita da AAFIB:

Presidente: João Carlos Alexim;

Vice-presidente: Giovanni Quaglia;                           

Secretária: Evelyn Rocha        

Tesoureira: Maria America Ungaretti                                                                                       

Diretora para Planos de Saúde: Marianne Schwandl

Diretor Núcleo Baixada Fluminense \ CPFA: Ilacir de  Carvalho

Diretor Núcleo São Paulo: Udo Bock                                                           

Diretor Núcleo Brasília: Júnia Puglia

 

  • Programa de Trabalho

 

Será dado seguimento aos temas apresentados na Prestação de Contas, destacando-se:

Realização da Segunda Conferência Nacional da AAFIB, no ensejo das comemorações dos 70 anos das Nações Unidas;

Lançamento do Primeiro Concurso Nacional de Literatura da AAFIB, para os associados, também em comemoração ao aniversário da Organização.

Criação do Núcleo AAFIB Rio-Cidade, para aglutinar os residentes nessa área do Estado.

Instalação do Grupo de Trabalho para promover o ingresso de novos associados, numa campanha nacional de conscientizaçãodos benefícios proporcionados pela Rede AAFIB \ FAFICS.

Promoção de reforma dos Estatutos, através da contribuição do Conselho Consultivo da AAFIB, para dar conta da nova configuração que se está desenvolvendo para a Associação, em função das características distributivas do território brasileiro.

 

  • Relatório de Missão ao Conselho da FAFICS em Roma

 

Marianne Schwandl, ponto focal da AAFIB para assuntos de Saúde, representou a Associação na Reunião do Conselho da FAFICS, que se realizou em julho em Roma, na sede da FAO.  A participação nesse Conselho é uma obrigação, considerando que a FAFICS é nossa representante junto aos poderes do Sistema, é quem nos pode defender em caso de necessidade e é quem leva a discussão dos temas de nosso maior interesse junto ao Sistema.

Na reunião foi eleita Linda Saputelli, nossa colega da AFICS Nova York, como presidente da FAFICS, sendo os demais dirigentes reconduzidos. No encontro se costuma passar em revista os assuntos que serão examinados pelo Conselho do Fundo de Pensões, que se reúne na semana seguinte no mesmo local. Serve então para que nossos colegas participantes discutam as posições a ser adotadas nessa oportunidade, uma vez que pelo menos 4 representantes da FAFICS participam do Conselho do Fundo, por enquanto com voz e sem voto.

Marianne percebeu a mesma anomalia que outros notaram em reuniões anteriores: nossos colegas das AFICS mais poderosas, que reúnem mais associados por força de estarem situadas em sedes de Organizações do Sistema, nem sempre se dão conta das condições particulares dos colegas que residem na periferia dos grandes centros europeus e dos Estados Unidos. Com isso, nossas reivindicações não encontram necessariamente a compreensão deles para apoiar nossas causas, mais especialmente nas questões dos Planos de Saúde. Eles contam com hospitais públicos de qualidade para as grandes cirurgias, facilmente acessíveis ao pessoal internacional, enquanto nos países periféricos, aí incluído o Brasil, a oferta pública de serviços médicos não atende minimamente às necessidades, sobretudo pela ausência dos hospitais melhor aparelhados.

As informações sobre os investimentos e os ativos do Fundo de Pensões são positivas, os déficits de anos anteriores se reduziram, embora ainda paire a sombra da atual crise financeira internacional. Em consequência também não se pode contar com um clima propício a reivindicações de melhoras nos benefícios.

 

O Presidente deu por encerrada a Assembleia em torno das 13 horas e convidou para um lanche de confraternização.