Dentistas de calçada são muito comuns na Ásia

 

Por Fernando Witte

 

Lembro em 1985 quando estava servindo em Manila (1983-86) fui passar um fim de semana em Hong Kong levando nossos visitantes brasileiros (sogro e meu pai) para conhecerem aquela exótica cidade.

Em Hong Kong existem duas feiras diárias cujo principal artigo é roupa de qualidade, todas com as etiquetas devidamente cortadas, que de acordo com os feirantes vão parar ali por serem excesso de produção de muitas das confecções de lá. O interessante é que a feira que funciona durante o dia atende o público feminino e a outra, noturna, atende o masculino.

Uma noite saí com meu sogro e fomos para a feira masculina atrás das pechinchas. Enquanto caminhávamos encontramos um desses dentistas fazendo tratamentos.

Não é necessário falar que ficamos boquiabertos com a naturalidade do negócio. Ele operava embaixo de um poste para aproveitar a luz e tinha até fila de espera. Uma pena que no momento não tínhamos uma câmera para registrar a cena.

Meu sogro saiu de lá com a convicção que a partir daquele momento poderia dizer em alta voz que já tinha visto de tudo na vida!