top of page
  • AAFIB

Novidades na relação com a Coordenação das Nações Unidas no Brasil

Atualizado: 27 de nov. de 2023

A AAFIB assinará um Memorando de Entendimento com a Coordenação das Nações Unidas no Brasil, com o objetivo de se tornar um Centro de Referência sobre o tema do idoso. Um plano de trabalho já está sendo elaborado, com a definição das áreas de colaboração. Pelo que se sabe, esta iniciativa será inédita entre uma associação de aposentados e a representação do Secretário-Geral da ONU em um país.

A novidade é um dos resultados da reunião da diretoria da AAFIB, liderada por Giovanni Quaglia, presidente Emérito, com a coordenadora residente Silvia Rucks, realizada em 01/09/2023, na Casa da ONU, em Brasília. Nossa presidente Maria Angélica Gomes não participou porque está em missão no Baixo Amazonas. Também estiveram presentes na reunião Florbela Fernandes, Representante do UNFPA, Jose Antonio Pedrosa-Garcia, economista sênior da Coordenação, Celina Arraes, tesoureira da AAFIB, Júlio Manuel Suárez, associado da AAFIB, e Ana Lúcia Guimarães, da Comunicação da AAFIB.


Além de apresentar a Associação como um Centro de Expertise, em um primeiro momento em temas relacionados a idosos, Giovanni sugeriu que em projetos das Nações Unidas relacionados a esse grupo, a Coordenação nos consulte. “Teremos uma contribuição a dar”, disse ele. Foram mencionadas questões como abrigos de idosos, violência com idosos por membros da família ou de fora dela, entre outras.

Giovanni elogiou o conteúdo do Relatório Anual das Nações Unidas no Brasil 2022, trabalho coordenado pela Coordenadora residente, no que foi endossado por Celina. O Relatório traz tudo o que foi feito no Brasil em 2022 e por isso é um documento que merece ser lido. Em breve estará disponível na seção Documentos aqui em nosso site.

A Representante do UNFPA, Florbela, comentou o recente censo populacional do Brasil, que mostrou uma mudança demográfica em curso. “Estamos preparados para isso?”, perguntou ela. Todos concordaram que esta é mais uma razão para que a troca de experiências aconteça entre os aposentados e os funcionários da ativa. Ela sugeriu também que haja um intercâmbio entre esses dois grupos, sejam apenas conversas ou até mentorias, o que seria muito útil para as instituições do Sistema e assim teríamos uma “opção de estarmos melhor preparados para esta transição”.

A coordenadora residente ficou de discutir internamente com os integrantes do country team o que foi conversado na reunião com a AAFIB e já convidou os aposentados para celebrações, como o Dia da ONU, 24 de outubro, e em atividades voltadas a cuidados em grupos vulneráveis, que estão sendo planejadas pelo Ministério de Desenvolvimento Social em parceria com a Coordenação. Outro marco mencionado para parcerias foi a Década do Envelhecimento Saudável 2021-2030, instituída pelas das Nações Unidas.

Silvia informou também que, pela primeira vez, foi assinado o Marco de Cooperação entre o Brasil e as Nações Unidas, o que facilita muito a atuação das agências, programas e fundos no país, seja com o governo federal, os governos locais, ongs ou setor privado. O documento ficou de nos ser enviado para conhecimento.

O tema dos diferentes planos de saúde das agências, programas e fundos também foi abordado na reunião. Giovanni comentou sobre as diferenças em especial com relação a procedimentos de internação e da necessidade de uma revisão em alguns planos, mas todos concordaram que este assunto precisa ser tratado em âmbito institucional apropriado.

Outra ideia discutida foi a possibilidade de a AAFIB ter uma sala dentro da Casa da ONU. Isso torna-se possível com a ampliação das instalações, que acontece atualmente. O assunto, que foi recebido com entusiasmo, deve voltar a ser discutido futuramente.



14 visualizações

留言


bottom of page