BOLETIM AAFIB 115 - SETEMBRO / OUTUBRO 2016

Associação dos Antigos Funcionários Internacionais do Brasil                                                                      

( aafib.org.br )    Fundada em 1987       Afiliada à  FAFICS

 

AAFIB TEM NOVO PRESIDENTE

 

Giovanni Quaglia foi eleito presidente para o período 2016 – 2018. Ele era vice-presidente e diretor do Núcleo de Brasília. Foram eleitos ainda como vice-presidentes Celso Zangelmi (Núcleo SP) e João Carlos Alexim (Núcleo RJ), e como tesoureira Maria America Diniz Reis. Pela primeira vez as eleições foram realizadas com recursos da internet e colegas de diversas regiões puderam participar e concorrer. Giovanni Quaglia trabalhou seus últimos 21 anos no Escritório das Nações Unidas Sobre Drogas e Crime (UNODC \ 1988 - 2009) assumindo responsabilidades crescentes e gerenciando vários escritórios e programas em todo o mundo. Ele contribuiu para promover o desenvolvimento social e a segurança humana em seus anos como representante na Bolívia (1988-1992), Brasil (1992-1996), Paquistão\Afeganistão e Irã (1996-1997), na sede em Viena \ Áustria como chefe de operações (1998 – 2002) e concluiu sua carreira no Brasil como Representante Regional para a Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai (2002 - 2009). Giovanni cooperou com a Controladoria Geral da União (CGU) a partir de 2005, na consecução dos objetivos da Convenção de Combate à Corrupção das Nações Unidas. Em 2008 o Brasil foi avaliado 8º em todo o mundo por sua transparência, com a divulgação de gastos públicos através da Internet. A biografia completa de Giovanni Quaglia encontra-se no Website da AAFIB (aafib.net). A AAFIB entra numa nova etapa de seu desenvolvimento, com uma estrutura mais descentralizada, as contas em ordem, maior transparência e consolidadas dentro dos padrões da Receita Federal. Mais de cem colegas foram mobilizados para o processo eleitoral, sendo que alguns votaram por internet e outros na reunião presencial. Como resultado foram computados 72 votantes aprovando a Chapa, com apenas um voto indiferente. Na mesma ocasião foi autorizada por 67 votos a introdução de ajustes seletivos nos Estatutos. Votantes: 73 eleitores; 72 votos favoráveis; 1 voto indiferente. Sobre os Estatutos: 67 votos favoráveis, 5 indiferentes e 1 em branco. Fazendo um balanço do que caminhamos nesses 29 anos cremos que estamos bem organizados, num momento para dar um salto em duas direções: a) maior visibilidade institucional no cenário do país e maior presença nas relações com o Sistema. B) consolidação de equipes de trabalho para ampliar a capacidade institucional de dar respostas. 

 

PRESTAÇÃO DE CONTAS E PROPOSTAS PARA O FUTURO

 

1 -- Acompanhamento do contexto institucional: O Fundo de Pensões tem passado por tempos difíceis, enfrentando uma quantidade e diversidade de críticas não apenas ao desempenho de gestão dos benefícios, mas também quanto à eficiência dos investimentos. As posições controversas e de enfrentamento entre os sindicatos do pessoal ativo e nossa Federação agregava incertezas e dificultava a escolha de mossas políticas. Do lado da gestão de benefícios foram os atrasos no processamento das novas pensões e a falta de atualização no atendimento dos pedidos de informação e na concessão de certificados sobre nossas pensões. Não foram poucos os problemas que isso representou para muitos de nossos colegas. Vai valer a pena insistir na composição do nosso Conselho Consultivo para dar suporte à Diretoria e participar mais diretamente no acompanhamento ativo do que acontece em Nova York e particularmente na FAFICS.

 

2 - Orientação sobre os Seguros de Saúde: O serviço de saúde dos aposentados é um grande desafio para o Sistema e para todos nós. A dispersão dos Planos pelas Organizações impede ou dificulta o acompanhamento da FAFICS e das Associações Regionais, como a AAFIB. O custo elevado e continuamente crescente da saúde em todo o mundo, em nosso país e no Sistema é uma ameaça permanente à permanência do benefício ou pelo menos à manutenção da sua qualidade. Nos últimos anos está funcionando um Grupo de Trabalho criado pela Assembleia Geral das Nações Unidas (5ª. Comissão) para estudar a questão, sobretudo a elevação dos custos com saúde dos aposentados e particularmente seus dependentes. Nesse clima fica difícil propor qualquer incremento nos benefícios, mas pelo menos temos de fazer com que o que é oferecido funcione mais eficazmente, com mais convênios com clínicas e hospitais, sem as complicações na escolha dos serviços e sem os atrasos no reembolso. Vai valer a pena dar continuidade na formação de uma equipe da AAFIB, em articulação com os RHs do Sistema, para criar uma rede de apoio aos aposentados, para atendê-los na hora da necessidade e online. E se possível fazer um acompanhamento para os mais indefesos.

 

3 -- Assistência técnica aos associados: Justamente esse enredo construído pelas dificuldades do Fundo em implantar o novo modelo informático produziu muita insegurança e confundiu os aposentados e pensionistas que tiveram problemas para receber suas pensões e não recebiam informações necessárias para dar conta de exigências formais no país. Foram muitos os casos em que tivemos de intervir para trazer um pouco mais de luz na compreensão dos obstáculos e na solução de dificuldades. Em particular cabe fazer uma campanha entre nossos associados para antecipar sua documentação e de seus beneficiários com o Fundo, para evitar as surpresas e transtornos nos momentos mais difíceis pela ausência do titular e a dor familiar. E organizar uma equipe de assistência aos mais necessitados.

 

4 - Realização de eventos e confraternização: Nossa comunidade é muito especial, pela perspectiva profissional dirigida a uma ampla visão do mundo e uma prática globalizada para uma grande quantidade de colegas, compondo uma população diversificada e extremamente aberta ao relacionamento. Quando se aposentam, esse quadro se reduz significativamente e se não encontram espaços apropriados essa rica experiência se perde ou atrofia. O convívio é não apenas uma necessidade, mas um grande prazer enriquecedor pela variada vivência do grupo. A grande extensão do território brasileiro dificulta uma integração plena, mas a organização em Núcleos traz uma solução para desenvolver o convívio e a camaradagem, preenchendo a solidão da idade e do distanciamento familiar.

 

5 - Advocacia do Sistema: Colaboração com a estrutura do Sistema no país para realizar as atividades e promover o espírito, os valores e os princípios das Nações Unidas como um corpo voluntário auxiliar. Se a FAFICS é consultada para opinar sobre matérias de interesse da ECOSOC e funciona como instituição auxiliar voluntária, é natural que nos países as AFICS possam ter essa mesma forma de colaboração com o Sistema. Cada tanto a FAFICS tem de relatar à ECOSOC as atividades realizadas nos países em favor dos propósitos das Nações Unidas. Esse é um ponto que precisa ser desenvolvido na AAFIB, ausente até agora desse papel.

 

6 -- Representação dos aposentados nas Comissões de Pensão do Pessoal (SPCs) A FAFICS tem incrementado sua participação nos trabalhos do Conselho e do Diretório do Fundo de Pensões. Devemos lembrar que ao contrário dos sindicatos que se dedicam com exclusividade à defesa dos direitos do pessoal e usam métodos de luta mais conflitivos, a Associação é um órgão de promoção e integração, usando o argumento e a participação como formas de defesa de seus interesses. Tem havido uma grande mudança na percepção dos aposentados no Conselho do Fundo de Pensão. Anteriormente chamada apenas par a relatar o drama dos aposentados, a Federação passou a ser consultada ativamente em todas as questões do Fundo.

 

A NOVA CONTA SELF-SERVICE DOS MEMBROS DO FUNDO DE PENSÕES

 

Giovanni Quaglia estreia em sua nova função de presidente da AAFIB trazendo uma importante comunicação aos associados: Caros Colegas, envio o link informado por Jean-Yves Dupont , Webmaster do Fundo de Pensão da ONU: http://mss.unjspf.org/Pages/unjspf/index.html#membership Entrando nesse endereço informático você pode obter instruções para criar uma conta com o Fundo, instrumento de acesso aos arquivos do Fundo, que são de interesse direto para você. Para criar uma conta de autoatendimento de membro (MSS) você precisa ter seu número UID, mais seu sobrenome conforme está escrito em documentos oficiais e no registro do UNJSPF, sua data de nascimento e uma conta de e-mail. Para obter instruções passo a passo, assista ao vídeo Setting up your Member Self-Service Account no referido link. Essa conta é um aperfeiçoamento do antigo website e atende à introdução do IPAS. É mais ágil e dá mais informações. Solicitando seu UID através de E-mail Se ainda não recebeu seu número UID (número único de identificação), os beneficiários devem solicitá-lo do Fundo usando o seguinte endereço de e-mail exclusivo para esse fim: RequestUIDonly@unjspf.org; Para que o Fundo possa verificar sua identidade é preciso que se inclua no e-mail seu nome completo, o nome de sua última organização e o seu número de aposentado (com 5 dígitos). Para qualquer outra finalidade deve ser usado o endereço geral do Fundo: unjspf@un.org. Seu número UID deve ser guardado com cuidado num lugar seguro. Se você não está acostumado com a tecnologia informática, não se desespere, fique calmo e procure uma ajuda. Monitoramento da Carta de Confirmação de Vida, as famosas CEs Com o novo número UID supostamente recebido por todos nos primeiros meses de 2016 você pode verificar o recebimento do CE 2016 pelo Fundo clicando em "Proof Documents". Se você, caro associado, ainda não recebeu sua Carta com Código de Barra deste ano está na hora de enviar uma carta ao Fundo comunicando a situação. Essa carta deve conter seu nome exato e completo, número UID ou Número de Pensão, endereço de correio, data e assinatura. Envie por correio e envie uma cópia por email ao Fundo (unjspf@un.org). E não deixe também de nos informar, para eventualmente lhe ajudar. Gostaria de receber confirmação de que todos se recadastraram e conseguiram confirmar o recebimento do CE. Quaisquer dúvidas me informem. Um abraço, Giovanni Quaglia Presidente da AAFIB 61-981241722 (presidente.aafib@gmail.com)

 

Mundo Prateado

 

O maior evento global de empreendedorismo digital para a velhice (Aging 2.0) acontece agora em outubro em São Francisco (EUA). O Mundo Prateado é um ambiente virtual voltado para o envelhecimento, formado por um blog que fala da velhice de um jeito leve, com histórias inspiradoras e informações, página no Facebook, Twitter, Youtube, uma Newsletter, e o guia gratuito Páginas Prateadas, de serviços voltados para idosos. O foco está nos pré-idosos, idosos e simpatizantes. A ideia é ser uma espécie de Trip Advisor de cuidados com os idosos, onde você não procura hotel, procura indicação de hotel. É como compartilhar todas as agendas de pessoas confiáveis que tomam conta de idosos. Se você falar sobre criança, todo mundo quer ajudar. Mas velhice não é um tema charmoso num país que assimilou o culto à juventude. Como ela é considerada uma espécie de antessala da morte, a reação em geral é não querer pensar. É comum a ideia de que a velhice é uma tragédia que se abate sobre os outros, nunca sobre nós. Mas é melhor encará-la de frente, desmistificá-la e se preparar para uma velhice ativa, independente e autônoma. Nos próximos 50 anos cerca de um terço da população brasileira terão mais de 60 anos. A velhice é nossa realidade demográfica, quanto mais a negarmos mais pesada ela será. E o Brasil está despreparado. Muitos só pensam quando surgem as limitações físicas e mentais, mas a boa velhice começa na juventude. Mauro Ventura entrevista Marta Pessoa na Revista O Globo \ 18\09\2016

 

Quebrando Paradigmas

 

Em 1998, a Kodak tinha 170.000 funcionários e vendia 85% de todo o papel fotográfico no mundo. No curso de poucos anos, o seu modelo de negócios desapareceu e ela abriu falência. O que aconteceu com a Kodak vai acontecer com um monte de indústrias nos próximos 10 anos – e a maioria das pessoas não enxerga isso chegando. Você poderia imaginar em 1998 que três anos mais tarde você nunca mais iria registrar fotos em filme de papel? No entanto, as câmeras digitais foram inventadas em 1975. As primeiras só tinham 10.000 pixels, mas seguiram a Lei de Moore. Assim como acontece com todas as tecnologias exponenciais, elas foram decepcionantes durante um longo tempo, até se tornarem imensamente superiores e dominantes em uns poucos anos. O mesmo acontecerá agora com a inteligência artificial, saúde, veículos autônomos e elétricos, com a educação, impressão em 3D, agricultura e empregos. O software irá destroçar a maioria das atividades tradicionais nos próximos 5-10 anos. Bem-vindo à quarta Revolução Industrial! Convite de Claudio Magalhães Projeto MOBILANG: Migrações e fronteiras no Distrito Federal: a integração linguística como garantia dos direitos humanos, coordenado pelas profs. Sabine Gorovits e Susana Martínez Martínez está iniciando suas atividades. No momento, a principal tarefa é o cadastramento de intérpretes voluntários, cujo único pré-requisito é o interesse pelo assunto e a capacidade de se expressar em uma língua estrangeira. O Projeto conta com o apoio de diversas instituições, inclusive do UNHCR/ACNUR, órgão das Nações Unidas.

 

ANIVERSARIANTES DE SETEMBRO-OUTUBRO (Nossas felicitações)

 

SETEMBRO OUTUBRO

 

05\09 Celio da Cunha BSB

02\10 Miguel Genovese BSB

10\09 Maria Helena Diogo BSB

04\10 Leko Waranabe SP

12\09 Nilda Xavier

RJ 06\10 Tânia Santos Dias BSB

16\09 Jeanne Sawaya BSB

10\10 Carlos Ferreira BSB

25\09 R Fernanda Freire BSB

19\10 Antonio Carlos Chagas RJ

30\09 Fabio Mello NE

22\10 Teresa Terra BSB

26\10 Henri Jouval RJ

29\10 Hilda Alicia Gomez (Cerdeira) SP

 

Expediente

Diretoria da AAFIB: aafib@aafib.net; João Carlos Alexim Presidente (e editor do Boletim) jcalexim@terra.com.br;

Giovanni Quaglia Vice-presidente e diretor Núcleo BSB \ giovanni.quaglia@gmail.com;

Evelyn Rocha Secretária \ evelrocha@gmail.com;

Maria America Diniz Reis Tesoureira e diretora Núcleo RJ \ dinizreismaria@gmail.com;

 

Diretor Núcleo São Paulo: Udo Bock udobock@uol.com.br;

Diretor Área Saúde: Cesar Vieira

Gerente do Site (aafib.net): Sumaya Garcia

 

Sede da AAFIB: Av. Marechal Floriano 196 Palácio Itamaraty: UNIC-Rio\ Centro\ Rio de Janeiro\ RJ \ CEP 20080-002.