BOLETIM AAFIB 110 - ABRIL 2016

Associação dos Antigos Funcionários Internacionais do Brasil                                                                      

( aafib.org.br )    Fundada em 1987       Afiliada à  FAFICS

 

Xô Calor!

O calor sufocante continua assolando quase todo o país neste início de outono. Uma

verdadeira sauna a vapor certamente alimentada pelas mudanças climáticas provocadas

pelo desastroso desempenho humano no planeta. Persiste um estresse térmico que

exaure as energias e mantém o corpo submetido a um enorme peso atmosférico. Em

especial, à medida que envelhecemos reduz-se nossa capacidade de perceber variações

de temperatura. Nossa sensação de calor e umidade não recebe a devida atenção, não

associamos o mal estar ao excesso de calor, mas nosso cérebro sofre pesados danos e

pode causar desorientação e perda de concentração. Andar na rua por muito tempo com

temperaturas acima dos 30 graus pode causar sérios danos à saúde. A receita como

sempre é buscar sombra e água fresca.

Por sorte ou não, o calor vai passar e virá o frio, que é também a época das epidemias.

Em qualquer clima a regra é evitar os extremos e se cuidar sempre.

Reunião Regional das AFICS

Anualmente se realiza um encontro das AFICS latino-americanas. Nos últimos anos o

evento tem ganhado corpo e crescido a presença. Não é uma atividade promovida pela

Federação, tem se consolidado por iniciativa espontânea das AFICS da região. Já foi

efetivada de forma presencial, como a que teve lugar no Rio de Janeiro em 2007, mas

tem experimentado a teleconferência, com resultados que vão melhorando cada ano. A

AAFIB tem apoiado o evento e o considera importante. Tem como objetivo "promover

intercambio más intenso entre las AFICS en la región sobre experiencias interesantes,

ideas innovadoras, boletines informativos y en general buenas prácticas, de las cuales

sea posible aprender mutuamente".

Cada ano um país atua rotativamente por ordem alfabética na coordenação, coube ao

México a recente, com a seguinte agenda:

1-Discussão do último Relatório da

FAFICS incluindo: a- Exame do desempenho do Integrated Pension Administrative System

\IPAS; b- Problemas recentes de pagamento do Fundo de Pensões.

2- Documento

“Managing after service health insurance liabilities” apresentado pelo Secretário Geral à

Assembleia das Nações Unidas.

3- Proposta da AFICS/ Uruguai sobre o processo

decisório na FAFICS;

4- Proposta de estudo enviada pela AAFIB para identificar dificuldades enfrentadas pelos aposentados em relação ao Fundo de Pensões e Seguros de Saúde pelo fato de residir fora das cidades-sedes de Organizações do Sistema.

5- Outros assuntos.

Maria Luz Diaz-Marta, presidente da AFICS México, coordenou o encontro com grande cortesia e eficiência, conseguindo examinar toda a agenda com conclusões de consenso. Em termos gerais, a comunidade regional condenou a cogitação do Sistema de se valer de serviços públicos de saúde nacionais como base dos sistemas de saúde das Nações Unidas, por razões de economia. Todos foram unânimes em mostrar as graves deficiências dos sistemas públicos de saúde da região, ao contrário do que ocorre em países centrais. Mais informações em nosso Site: (aafib.net)

 

Nossa Contribuição ao Trabalho das Nações Unidas, um desafio

Nossa Federação, a FAFICS, tem status consultivo no Conselho Econômico e Social das Nações Unidas (ECOSOC)

desde 1983. Para manter essa relação, tem de apresentar relatório ao Comitê cada quatro anos sobre o que tem feito para dar suporte aos princípios e objetivos das Nações Unidas. Cada Associação entre as quase 50 em todo o mundo, deve contribuir para o relatório da FAFICS, assim como devia fazer a AAFIB. Essa atribuição, como sabemos, está contida em nossos estatutos. Por exemplo, como primeiro passo, seria muito apreciado se pudéssemos apresentar um relatório com as atividades eventualmente realizadas na advocacia e na representação em reuniões promovidas pelo Sistema. Algumas das atividades previstas nessa jornada, incluem: divulgação dos mais recentes progressos dos ODM, através de periódicos, boletins informativos e sites, painéis e seminários. Colaborando com outras ONGs na promoção do programa sobre envelhecimento e questões de gênero, organizando painéis sobre "as condições da mulher" no seu Dia Internacional. Organizando grupos para celebrar o papel das

Nações Unidas e o seguimento do Fórum III (WUF V) realizado no Rio de Janeiro (2009), sobre a inclusão de pessoas idosas. Ou seja, participando em comissões sobre os idosos, sexo, assentamentos humanos, desenvolvimento sustentável, meio ambiente. Por causa de sua familiaridade com o sistema das Nações Unidas, a AAFIB pode desempenhar um papel único na comunidade nacional, colaborando no ensino de assuntos internacionais em universidades e servindo como memória institucional, numa

rede mais ampla, incentivando o reconhecimento das Nações Unidas como uma força inovadora. Ou seja, existem muitas iniciativas que podem e devem ser realizadas pela AAFIB, vamos tomar como desafio nossa inserção nessa causa em cumprimento de nossos estatutos e de nossa memória institucional. 

 

O Sexto-Sentido

O Sexto-Sentido é uma faculdade misteriosa que vem recebendo mais atenção da ciência. Trata-se da intuição, que se apresenta como o lado oposto da racionalidade. Em poucas palavras, a habilidade natural do cérebro que ignora a estatística e as leis da

lógica para tomar decisões rapidíssimas, sem recurso a processos racionais. São por exemplo, pressentimentos que surgem do nada apontando acontecimentos futuros, que se confirmam. O saber popular costuma advertir que se a pessoa começa a pensar muito, certamente não vai tomar decisão: Quem pensa muito não decide nada! No mundo gerencial se condena a demora em tomar decisão. Com exagero se chega a admitir que é melhor decidir e errar, que não tomar nenhuma decisão. A ciência tem procurado estudar esse assunto e tem conseguido demonstrar fatos curiosos: grupo que compra apartamento “sem pensar muito” e se dá melhor que outro grupo que gasta tempo pesquisando e comparando. Deixar o sexto-sentido agir pareceu

melhor. Nosso inconsciente ocuparia um espaço muito mais vasto que o consciente, estima-se que corresponderia a 95% do nosso processo cerebral. Como se uma ampla enciclopédia de desejos, emoções, percepções e pensamentos que sabe mais de nós que nós mesmos. Na hora das decisões nossa mente faz conexões associativas entre nossa experiência prévia, traumas, medos e desejos ocultos num piscar de olhos.

Bom, agora que você sabe como pôde adivinhar o pensamento daquele amigo ou fazer a previsão daquele acidente no fim de ano, agora vai precisar dar um passo atrás: apesar do noticiário dito científico, na verdade são apenas evidências empíricas, baseadas em poucos casos acompanhados, insuficientes para uma afirmação definitiva.

Mas isso não tira o mérito de suas vidências, no creo en brujas, pero que las hay, las hay. (Com base na evista Superinteressante, fevereiro 2016).

AAFIB terá eleições gerais em fins de agosto

Eu aponto três resultados alentadores da AAFIB nos últimos anos: há uma significativa renovação do quadro de membros; foi alcançado um volume expressivo de participação dos associados, sobretudo pela inserção da informática; a prestação de contas ficou mais demonstrativa e transparente, com a formalização nos padrões da Receita Federal.

Este último ano não foi particularmente intensivo em atividades de confraternização, o clima político no país não foi estimulante, no Rio as obras preparatórias das Olimpíadas atrapalhou bastante as iniciativas. E a batalha pela formalização das contas e ajuste com a Receita tomou muita energia. Somente agora parece que o Núcleo AAFIB\RJ vai ganhar corpo. Com isto se completará o círculo dos núcleos, permitindo que a AAFIB central possa assumir o caráter de “holding” dedicado à coordenação, à defesa externa, à política institucional e à representação oficial.

Pela primeira vez vamos realizar eleições via internet, com a participação de todos os membros habilitados, como eleitores e como postuladores a cargos eletivos e indicativos. Vai ser nomeado um comitê eleitoral que s encarregará de elaborar as

regras e realizar o pleito. O calendário provisório estabelece maio para formação do comitê, junho para divulgação das regras e convites à participação, julho para apresentação dos candidatos e fins de agosto ou início de setembro para realização do

pleito, propriamente. Creio que todos deveriam refletir sobre a possibilidade de colaborar mais direta e

intensamente com a AAFIB. Há algumas dimensões que vão precisar ser trabalhadas nessa nova etapa da AAFIB: em particular sua articulação política com o Sistema e a criação de mecanismos permanentes de assistência aos associados. A

AAFIB poderá crescer significativamente como ente de colaboração mais afim com as Organizações do Sistema. E poderá ter maior presença nas reuniões regionais e no Conselho da FAFICS.

Já temos massa-crítica para avançar nessas metas, deve ser um objetivo da próxima geração de diretores. Além dos cargos eletivos (presidente, vice-presidente, tesoureiro\a, secretário\a) podem ser criados cargos indicativos (coordenadores, diretores de área, chefes de projetos etc.). Nas eleições esses cargos poderão ser colocados em evidência para receber nomes de

colegas interessados, o que facilitaria os convites da nova diretoria. Aguardamos desde já sugestões para desenhar o futuro de nossa Associação.

ANIVERSARIANTES DE ABRIL

(nossas felicitações)

06\04 José Roberto de Araújo Ferreira

OPAS\OMS \ RJ

12\04 Jaci Joaquim de Oliveira

CPFA\OMS \ RJ

17\04 Sergio Coube Bogado

OPAS\OMS \ RJ

21\04 José Freire de Faria

OPAS\OMS \ RJ

21\04 Volgmara

Linch Valença Martins

OPAS\OMS \ RJ

25\04 Antonio Ferreira da Silva

OIT \ RJ

FALECIMENTO

(nossos sentimentos)

Com pesar comunicamos o falecimento de nosso colega Claudio Rubens Pereira Fornari, gaúcho morador de Botafogo no Rio, que prestou serviços à FAO. Deixa viúva Luciana Dolores, uruguaia, que também trabalhou no Sistema e é nossa associada muito presente.

Como participaremos do próximo Conselho de FAFICS?

A AAFIB tem participado dos últimos Conselhos da nossa Federação. Essa participação é importante para demonstrar o apoio que as Associações regionais aportam a nossa representação superior, que nos representa nas instâncias de discussão e decisão do Fundo de Pensões e no concerto institucional que cerca a representação de pessoal (ativos e aposentados) em Nova York e Genebra. O desempenho da FAFICS pode ser decisivo para o futuro de nossas pensões. Ela acompanha de perto a gestão de nosso Fundo e se relaciona diretamente com as outras entidades sindicais e institucionais que zelam pelo bom funcionamento do Fundo. Quanto mais apoiada, mais a Federação pode encaminhar nossas defesas, nos representar. Além da contribuição que pode ser dada através de sugestões e propostas sobre qualquer aspecto do Fundo e dos Seguros de Saúde, a simples presença tem um significado político de peso.

Infelizmente essas reuniões acontecem na pior época, na alta temporada em cidades caras, com custos elevados de hospedagem. A escolha das datas é feita para coincidir com o Conselho do Fundo de Pensões onde a FAFICS é observadora, com voz e sem voto. Como sempre nosso primeiro esforço é no sentido de encontrar algum associado com viagem marcada para a região e disposição de participar no evento. Dessa forma Marianne Schwandll nos representou em Roma e René Vossenaar, em Genebra. Foi confirmado que o Conselho da FAFICS se reunirá de 8 a 13 de julho de 2016 em Viena. Gostaria de saber se algum associado de AAFIB vai estar na Europa Central na mesma época desse evento. Em caso positivo, fale com a gente. SINAIS DE PERIGO NO FUNDO?

"Sinal elevado de perigo: agir rapidamente para corrigir". Esse foi o encabeçamento da carta da presidente em exercício do Comitê de Monitoramento de Ativos e Passivos do Fundo de Pensões dirigida ao Secretário Geral. Theresa Panuccio se pergunta: "Então não temos o suficiente para nos preocupar?" Por um lado, ela aponta as dificuldades de gestão do CEO do Fundo, que enfrenta atrasos prolongados no processamento das demandas, causando sofrimento generalizado entre sobreviventes e recentes aposentados. Além disso a baixa moral do staff e seriadas tentativas de dissociação entre o Fundo e as Nações Unidas. Por outro lado, em uma recente carta ao Secretário-Geral, ela faz preocupante referência à Divisão de Gestão de Investimento, sobre "um problema de gestão" com um "alto risco operacional" tão grave "que isso pode pôr em risco o investimento de 52 bilhões de dólares e por extensão nossas pensões". Qual é este perigo claro e presente para nosso Fundo?

Theresa Panuccio observa que a Divisão de Gestão de Investimento (liderada pela representante do secretário-geral para investimentos, RSG, Carolyn Boykin) encontra-se "perigosamente com falta de pessoal", com cinco postos de alto nível vagos, lidando com investimentos, riscos e outras funções importantes e deixando a RSG gerenciar sozinha, apenas com a ajuda da equipe júnior. Ela pede ao SG para fazer do preenchimento dessas vagas sênior uma alta prioridade de gestão, para que a situação possa ser corrigida rapidamente, pois os postos em questão podem ainda estar vagos no final de 2016, a menos que sejam tomadas medidas proativas imediatamente. Mr. Takasu, que responde pelo Secretário Geral sobre esse assunto, tem demonstrado entender do significado de uma gestão responsável. Sem dúvida ele está levando a sério as graves preocupações levantadas sobre os riscos da falta de pessoal qualificado para reforçar o trato com nossos investimentos. A FAFICS está consciente e segue de perto a evolução do assunto, na expectativa de que tudo seja resolvido até o fim do ano.

 

EXPEDIENTE

 

Presidente: João Carlos Alexim (e editor do Boletim)

Vice-presidente e Diretor Núcleo Brasília: Giovanni Quaglia

Tesoureira: Maria America Diniz Reis

Secretária Executiva: Evelyn Rocha

Diretor Núcleo São Paulo: Udo Bock

Diretor Núcleo Baixada Fluminense\CPFA: Ilacir de Carvalho

Diretor para Área de Saúde: Cesar Vieira

 

Endereço: Centro de Informação da ONU \UNIC Palácio Itamaraty 

Av. Marechal Floriano, 196 – CEP: 20080-002 – Rio de Janeiro

Edição completa em nosso site (aafib.net)

Gerente do site: Sumaya Garcia