BOLETIM AAFIB 107 - JANEIRO 2016

Associação dos Antigos Funcionários Internacionais do Brasil                                                                      

( aafib.org.br )    Fundada em 1987       Afiliada à  FAFICS

                                                                                                                                                                  

 

Mais um ano em nossa agenda existencial. Sem precisar recorrer a datas simbólicas, na verdade, todos os dias nós estamos algo mudando. Mas não tem como negar que o fim de ano mexe mais com a gente. Mesmo se decidimos internamente não nos sensibilizar, tudo em volta da gente se move, inclusive os preços que tocam no nosso custo de vida. Se os cumprimentos são mais formais que de dentro dos corações, eles acabam se contagiando com o ambiente caloroso. Vamos então nos deixar levar. 2016 pode ser o primeiro ano do “Segundo Governo Dilma”, temos pela frente as Olimpíadas, que embora se realizem no Rio, envolvem de alguma forma todo o país. E ainda as eleições municipais, que desta vez adquirem importância política transcendente. Para os aposentados do Sistema será relevante a sustentação do dólar e a retração do ímpeto inflacionário. Será também um ano de eleições gerais para recomposição da Diretoria da nossa Associação, contando já com uma configuração verdadeiramente nacional, integrada pelos recursos da internet.

  

Entrevista exclusiva com Linda Saputelli     (presidente da FAFICS)                                                              

 

AAFIB: O ano passado foi marcado por rumores envolvendo o time de investimentos do Fundo e mais recentemente muitos colegas se queixam da falta de respostas do Fundo a consultas por eles encaminhadas sobre temas como declaração de rendimento e problemas com o recebimento de pensões. Há suspeitas de que os novos aposentados podem levar meses para começar a receber suas pensões. Tem-nos parecido que o Fundo está enrolado com a passagem para o novo modelo operacional, o IPAS. O que você pensa ou sabe sobre esse assunto? Qual a real situação do nosso Fundo em relação ao atendimento dos associados?

 

LINDA: Como se sabe o IPAS tornou-se, no verão passado, o novo sistema informatizado de registros do Fundo e ouvimos que esse sistema já representa grande melhoria sobre os anteriores, que eram formados de vários programas distintos, fragmentados e ultrapassados. Isto significa que mais reivindicações estão sendo processadas neste momento do que no ano passado. Constatamos também que aqueles que já recebem pensão não foram afetados pela passagem ao IPAS.

Sabemos que o volume de consultas é elevado, o Fundo recebe mais de 20.000 por ano, tendo ainda que considerar que sua lista de clientes é crescente. Para dar conta, o Fundo tem operado com contratos provisórios de servidores.  Eis porque a FAFICS tem apoiado com vigor os requerimentos pela criação urgente de novos postos no quadro de pessoal do Fundo e está em contato permanente com os seus gestores para exortá-los a responder as consultas com mais agilidade.  O Fundo, por sua vez, informa que responde por ordem cronológica, mas que muitas vezes o problema com o processamento das pensões novas é que a Organização de origem não forneceu todos os documentos necessários para a bola começar a rolar. Então enquanto o aposentado pode ter feito sua parte e assume que tudo está em ordem, sua Organização pode não ter enviado ainda ao Fundo todos os formulários necessários. O aposentado não sabe disso e acha que é o Fundo que está atrasando. O Fundo tem mostrado algumas estatísticas que ilustram essa estranha situação, que precisa ser corrigida.                                                                                

Linda reconhece que estas informações não resolvem o problema da demanda individual, mas garante que a FAFICS continuará em seus esforços.  Em dezembro a Assembleia Geral aprovou o financiamento de novos postos para o serviço de clientes e uma vez que eles sejam preenchidos isso deve aliviar parte dos entraves. Além de pressionar por melhores serviços, a FAFICS procura colaborar na medida do possível para resolver casos de maior urgência.

 

Carta de Fim de Ano do Secretário Geral da ONU

 

Conforme superamos o final de 2015, escrevo para agradecer a todos por fazer um ano memorável para nossas Nações Unidas.  Juntos, em seus 70 anos, mostramos a importância duradoura da nossa Organização. Houve muitas horas frustrantes.  Sentimos a indignação de pessoas que sofrem de conflitos na Síria e em outros lugares.  Velamos mortes desnecessárias de pobreza e de doença.  E todos ficaram alarmados pela disseminação do extremismo, o deslocamento forçado de milhões – e pelo aumento da xenofobia e outras formas de discriminação que tomaram de assalto nossos valores universais.

Perante estes desafios, funcionários das Nações Unidas pronunciaram-se e trabalharam incansavelmente para o progresso.  De tradutores em salas de conferências para motoristas de caminhão, arriscando suas vidas para entregar a ajuda em zonas de guerra, de estatísticos nos bastidores para altos funcionários carregando missões diplomáticas de alto perfil, estes e tantos outros funcionários das Nações Unidas fazem contribuições indispensáveis – e inspiradoras.

Todos nós comemoramos os avanços do ano, que ofereceram esperança neste tempo de crise.  A recém-adotada Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável e o Acordo de Paris sobre a Mudança Climática foram grandes sucessos para as pessoas e o planeta e apontam uma nova direção promissora para o mundo.

Junto com outros avanços, eles mostram que o multilateralismo funciona e que as Nações Unidas têm validade.  Estes planos no papel agora devem ser traduzidos em ação – uma pesada responsabilidade para os Estados-Membros e para todo o Sistema das Nações Unidas.

Com a confiança em nossa missão e nossos resultados, temos de enfrentar diretamente e resolver os nossas limitações como uma Organização.  Os Estados-Membros e igualmente os funcionários, devem sempre se perguntar o que mais posso fazer para defender os direitos humanos e promover a causa da paz.
O trabalho nas Nações Unidas traz recompensas imensas, mas também riscos, especialmente para aqueles no campo.  Meus pensamentos estão com as famílias e entes queridos de colegas que deram as suas vidas este ano ao serviço da paz. Meus pensamentos estão também com as pessoas mais vulneráveis do mundo e com jovens e crianças em todo o lado, que têm uma reivindicação especial na solidariedade do mundo e sobre o trabalho das Nações Unidas.
Deixe-nos continuar a trabalhar juntos para fazer 2016 um ano de realização e verdadeiramente construir vidas com dignidade para "Nós os povos".  Por favor, aceitem meus melhores desejos para a temporada de Festas e um feliz Ano Novo.
Ban Ki-Moon   https://iseek-newyork.un.org/article/letter-secretary-general-staff-1

Sucesso na Cúpula de Paris

O novo ano começa bem, pelo menos no espectro ambiental. O acordo inédito foi assinado por 195 países renovando as chances para se salvar o planeta. “Pela primeira vez, cada país do mundo se compromete a reduzir as emissões, fortalecer a resiliência e se unir em uma causa comum para combater a mudança climática. O que já foi impensável, se tornou um caminho sem volta” — celebrou o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon. “O futuro do planeta agora dependerá da velocidade dos investimentos em energia limpa e dos mecanismos de revisão criados neste acordo, em que os governos deverão renovar a audácia, tantas vezes exaltada durante a COP-21, e ir mais além para cumprir a meta. De cinco em cinco anos eles terão esta incumbência”. O texto atendeu às demandas essenciais brasileiras, segundo a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e cria as bases para se ampliar a ambição no futuro. O texto final diz que nações ricas repassarão US$ 100 bilhões para o esforço global. O entendimento não resolve todas as questões em pauta, e somadas, as metas voluntárias indicadas não são suficientes para garantir que o aquecimento global fique bem abaixo de 2 graus Celsius, rumo ao 1,5 grau Celsius até o ano 2100, como pretende o documento. Mas este é o primeiro passo nesta direção e mostra que as nações estão finalmente no mesmo barco, inclusive os Estados Unidos e a China, os maiores poluidores que, pela primeira vez, se comprometeram com ações concretas globais para a redução de emissões.             

 

As dificuldades dos idosos que tomam muitos remédios

 

Pílulas demais em horários diversos confundem usuários, sobretudo idosos. O ideal é que fossem divididos em apenas duas doses por dia. O mais comum tem sido a decisão de tomar as pílulas seis vezes por dia.  É complicado manter uma rotina de medicamentos, segundo pesquisadores.  A adesão à rotina dos remédios desafia a política de saúde pública, e é um problema especial para pessoas mais velhas. Elas tomam mais remédios do que os pacientes mais novos – não é incomum que tenham sete receitas. Estudos têm mostrado que “quanto mais vezes por dia o paciente toma remédios, menor sua fidelidade”. 

Segundo estudiosos o calendário universal dos medicamentos deveria ter quatro padrões de tempo para tomar os remédios: de manhã, ao meio-dia, de noite, e na hora de dormir. Quase todos os medicamentos podem seguir esse calendário, que ajuda os pacientes a agrupar as pílulas para que não seja necessário tomar as doses frequentemente, pular algumas ou desistir totalmente. Pessoas mais velhas geralmente usam o tamanho, o formato e a cor das pílulas para lembrar o que tomar, quanto e quando. Mas como as farmácias estão sempre negociando preços, praticando com medicamentos genéricos ou trocando de fornecedores, a aparência das pílulas muda muito e confunde. As prescrições, doses e custos são questões relevantes para os idosos e objeto de revisão do Gerenciamento de Terapia de Medicamento para doentes crônicos. No GTM o farmacêutico analisa a assistência da saúde e o cuidado ao paciente. Ele avalia se a terapia é necessária, se está sendo efetiva, segura e conveniente.
 

CERTIFICADOS DE TITULARIDADE

 

Conforme já informado anteriormente, reiteramos que só serão enviados a partir de maio.

Mais próximo da data estaremos lembrando e acompanhando todo o seu desenvolvimento.

 

Curta o verão com saúde:

 

Dicas importantes para evitar problemas de saúde:
• Tome bastante água. Sucos naturais e água de coco servem como complemento;
• Use roupas leves e tecidos macios;
• Não esqueça do protetor solar e do chapéu ou boné ao sair no sol;
• Evite atividades intensas durante os horários mais quentes do dia,
   entre as 10hs e 16hs;
• Opte por alimentos pré-cozidos e frutas frescas.   (Recomendações da Amil)

 

Os Cem Anos de Milton Thiago de Mello

 

Amigos e Parentes do Professor Milton Thiago de Mello têm a satisfação de convidar para participar da comemoração de seu centenário, em Brasília, reunindo amigos de diversas fases de sua vida. A FAFICS entregará uma placa de reconhecimento na forma de membro honorário.

Programa: 29 de janeiro, sexta-feira: Cerimônia de Abertura 11:00 – 13:00

Churrasco de boas-vindas: 13:00 – 16:00. Local: Churrascaria Potência Grill.

30 de janeiro, sábado, pela manhã: 09:00 – 12:30 Sessões temáticas: A Profissão Veterinária; Saúde Pública; Zoonoses. Pela tarde: 14:30 – 18:30 Sessões temáticas: Segurança alimentar; Veterinária Militar; Meio ambiente; Primatologia.

Local: Centro Comunitário Athos Bulcão - Universidade de Brasília

31 de janeiro, domingo pela manhã: 09:00 – 13:00 Sessões temáticas: Ensino; Associativismo; Cooperação internacional.

Coquetel de encerramento com espetáculo folclórico: a partir de 13:00.

Local: Centro Comunitário Athos Bulcão - Universidade de Brasília.

A Comissão Organizadora atende pelo e-mail: centenariomilton@gmail.com.

Vamos saudar esse notável brasileiro e acompanhá-lo em suas justas comemorações!!!

 

ANIVERSARIANTES DE JANEIRO  (Nossas felicitações)                                              

 

04\01    Luciana Fornari  \  PNUD \  RJ           

17\01    Hermínia de Brito Ferreira  \ PNUD \   MG

28\01    Sergio Rolim Mendonça \OPAS/OMS \PB  

30\01    José Ribamar  \ UNICEF / UNFPA \  RJ

31.01    João Batista Pereira \ OPAS  \   RJ  (data formal 03.02)

 

NOVO ASSOCIADO 

 

Festejamos o ingresso de Albino José Belotto, que cumpriu uma longa jornada na OMS\OPS, como Assessor de País (MEX), Interpaíses (Área Andina), Chefe de Cooperação Técnica (INPPAZ-ARG), Assessor Regional (WDC), Coordenador Programa Saúde Pública Veterinária (SPV) (WDC), Coordenador de SPV e Diretor do PANAFTOSA (BRA-Rio). Atualmente se dedica ao justo lazer, na prática de esportes e viagens e ao trabalho voluntário em associações de classe. Vai participar das comemorações em homenagem a Milton Thiago de Mello.

 

CENTRO PANAFTOSA COMEMOROU FIM DE ANO COM FESTA                                                                              

 

Desde a criação da AAFIB os funcionários aposentados do Centro Pan-americano de Aftosa (PANAFTOSA) têm estado presentes nas principais iniciativas e colaborado em todas as oportunidades. Formam uma coletividade articulada e totalmente identificada com os propósitos da AAFIB. A mobilização do grupo tem encontrado no colega Ilacir de Carvalho um coordenador ativo e eficiente.                                 

Por sua vez, o Centro PANAFTOSA tem demonstrado muita sensibilidade no trato com os seus ex-funcionários através do pessoal de recursos humanos, contando com o suporte de seu diretor. Logo ficou claro que AAFIB e PANAFTOSA deveriam juntar as forças em benefício do grupo, o que foi consolidado mediante um acordo não-formal de cooperação.  A comunhão de interesses ficou ressaltada na Festa de Fim de Ano, quando se podiam observar numerosos colegas presentes, dando em alguns momentos a impressão de que estávamos numa de nossas reuniões de confraternização (ver foto que reúne em torno da mesa associados da AAFIB e o presidente João Alexim).   Em nome dessa realidade positiva a Diretoria da AAFIB propôs e sua Assembleia aprovou a concessão do título de Membro Honorário ao diretor do Centro, Ottorino Cosivi (fotos de Cosivi ao microfone, depois em companhia de Luciano, do Recursos Humanos e João Alexim). Na última foto da sequência o presidente J. Alexim em companhia do companheiro Nelson Silva que colabora como nosso fotógrafo oficial. (Prof. de Fotografia Digital e Fotógrafo de Eventos)

                                                                                                                 

EXPEDIENTE                                                                                                                                        

 

Presidente: João Carlos Alexim       (e editor do Boletim)                                                                                    

Vice-presidente e Diretor Núcleo Brasília: Giovanni Quaglia    

Tesoureira: Maria America Diniz Reis   

Secretária Executiva: Evelyn Rocha    

Diretor Núcleo São Paulo: Udo Bock                                         

Diretor Núcleo Baixada Fluminense\CPFA: Ilacir de Carvalho 

Diretor para Área de Saúde: Cesar Vieira

Endereço: Centro de Informação da ONU \UNIC  Palácio Itamarati                                                                                     Av. Marechal Floriano, 196 – CEP: 20080-002 – Rio de Janeiro  

Edição completa em nosso site (aafib.net)

Gerente do site: Sumaya Garcia

EXPEDIENTE                                                                                                                                        

 

Presidente: João Carlos Alexim       (e editor do Boletim)                                                                                   

Vice-presidente: Giovanni Quaglia    

Tesoureira: Maria America Diniz Reis  

Secretária Executiva: Evelyn Rocha                                                                                                                                                                         

Diretor Núcleo Brasília: Giovanni Quaglia    

Diretor Núcleo São Paulo: Udo Bock                                                                                                    

Diretor Núcleo Baixada Fluminense\CPFA: Ilacir de Carvalho                                                                                                                             Diretor para Área de Saúde: Cesar Vieira

Endereço: Centro de Informação da ONU \UNIC  Palácio Itamaraty                                                                                   

Av. Marechal Floriano, 196 – CEP: 20080-002 – Rio de Janeiro  

Edição completa em nosso site (aafib.net)

Gerente do site: Sumaya Garcia